Se você é daqueles que ama tomar uma ou duas ou nove cervejinhas no final de semana, mas detesta acordar de ressaca, seus problemas acabaram: a cervejaria holandesa De Prael Brewery alega ter inventado uma bebida que evita os efeitos ruins no dia seguinte!

Thomas Gesink, proprietário desse lugar mágico, disse ter sido desafiado a cria uma cerveja que levasse álcool e que não causasse ressaca. Ele e sua equipe estudaram alternativas de produtos que amenizariam esses efeitos e não afetariam o gosto do produto. O resultado é uma cerveja pilsen com 4,5% de álcool.

O principal ingrediente, segundo Gesink, é a vitamina B12. Agora, a receita exata para isso não foi divulgada. A B12 é a única vitamina que pode ser dissolvida na água e é ótima para evitar dor de cabeça. A fórmula supostamente ainda leva sal marinho, que evita desidratação, gengibre e fibras.

PLEASE COME TO BRAZIL

Jogada de marketing?

Apesar de ser antirressaca, a cerveja por si só não evita os efeitos ruins: Gesink afirma que se você beber uns 5 litros dela de uma só vez, com certeza ainda terá a ressaca no dia seguinte, afinal o álcool permanece. Ou seja, dá para tomar algumas latinhas, mas não para sair enchendo a cara indiscriminadamente.

Porém, nem todos estão convencidos dessa fórmula mágica antirressaca: o farmacêutico Joris Verster, que trabalha com grupos de pesquisas sobre o efeito do álcool, acha que tudo não passa de um golpe de marketing para vender mais. “Não há nenhuma evidência científica de que qualquer um dos ingredientes impede ou reduz a ressaca pelo álcool. A única cerveja que impede com sucesso a ressaca já está disponível em todas as lojas: cerveja sem álcool”, provoca Verster.

Para você experimentar essa bebida, porém, é necessário você visitar Amsterdã: lá é o único lugar do mundo que a vende. A parte boa é que se a cerveja antirressaca for um fiasco e você acordar destruído no dia seguinte, você já estará na única cidade do planeta que tem um Bar da Ressaca para você “curtir” o porre como um rei.

Vai um golinho?