1. O homem que, após faltar por seis anos, ganhou um prêmio por tempo de serviço

Você chega no trabalho todo dia no horário certo e sai depois de todos, mas sente que justo naquela manhã em que perdeu o ônibus e chegou 15 minutos atrasado todos ficaram te olhando e julgando? Pode parecer mentira – ou notícia do Sensacionalista –, mas um funcionário de uma companhia de água na cidade de Cádiz, na Espanha, ficou nada menos do que seis anos sem aparecer no trabalho sem que ninguém percebesse.

Os colegas só foram se dar conta disso quando, ironicamente, iriam presentear o homem por tempo de serviço. O rei da cara de pau, Joaquín García, de 69 anos, foi multado em 27 mil euros, valor equivalente a R$ 120 mil.

Homem não trabalhava há 6 anos

Ao jornal espanhol El Mundo, Joaquim se defendeu da acusação e disse que os seus superiores o colocaram em um cargo em que ele não desempenhava “funções reais”, tudo por causa das posições políticas de sua família.

2. Seis anos é fichinha para o indiano que ficou mais de duas décadas sem aparecer no trabalho

Se você achou um absurdo a história acima, precisa conhecer o caso de um funcionário público da Índia. O homem, que atuava no departamento de obras públicas, ficou doente e resolveu ir para casa em uma manhã em 1990. Até aí, tudo normal. Só que ele nunca mais voltou. Nunca mais.

O caso só foi descoberto em 2015, quando o ministro de Desenvolvimento Urbano, Venkaiah Naidu, decidiu cortar alguns cargos para assegurar a prestação de contas dentro do orçamento delimitado. 

3. Francês processa empresa e pede 1,5 milhão de reais por trabalho entediante

Quem nunca ficou entediado no trabalho que atire a primeira pedra! Pois saiba que isso foi motivo de processo na França. Frederic Desnard, de 44 anos, pediu o equivalente a 1,5 milhão de reais a sua antiga empresa, Interparfums, onde trabalhou por quatro anos.

Frederic Desnard se sentiu entediado no trabalho

Frederic, que ganhava 14 mil reais por mês, alegou que, durante o tempo em que atuou como diretor de serviços gerais, recebeu para não fazer nada. Além disso, os seus supervisores o pediam para realizar tarefas pessoais deles, como buscar os filhos depois das aulas.

No processo, ele afirmou que tinha depressão e chegou a sofrer um acidente de trânsito devido a um ataque epilético.

4. Homem recebeu R$ 8 mil após cair da cama ao atender um telefonema da empresa

A empresa Lancashire County Council, da Inglaterra, pagou o equivalente a R$ 8 mil reais a um funcionário que caiu da cama e alegou ter se machucado ao atender uma ligação da empresa. Dá para acreditar?

5. Funcionário fez com que 200 mil latas de cerveja fossem retiradas do mercado

Uma brincadeira fez com que a cervejaria artesanal Brewdog tivesse que retirar 200 mil latas das prateleiras. Tudo começou quando Graeme Wallace, gerente na área de embalagens, ouviu um cliente dizer que a cerveja da marca não era “punk o suficiente”. Então, ele decidiu deixar uma marca na parte de baixo da lata, imprimindo a frase: "mother fucker day".

Graeme como o funcionário do mês

Assim que um consumidor percebeu a mensagem e a publicou na internet, a empresa retirou todo o lote de circulação. O que aconteceu com Graeme? Foi eleito o funcionário do mês por ter entendido o “espirito” da marca, segundo os seus superiores. 

Quando você fizer alguma coisinha errada, vale mandar este post para o seu chefe – principalmente com este gif:

Eu não queria ser esse cara