1 – Faça exercícios de respiração ao longo do dia

Parece bobo, mas a verdade é que fazer exercícios de respiração de tempos em tempos ao longo do dia é algo que pode melhorar sua saúde mental e reduzir os níveis de estresse do seu corpo, sabia? De acordo com Jeffery A. Martin, da Universidade de Sofia, o melhor jeito de fazer esses exercícios é respirar ao longo de 5 segundos e deixar o ar sair enquanto conta até 5 de novo. Em seguida, respira-se por 5 segundos e solta o ar por 7.

2 – Realize trabalhos voluntários

Ainda que seja cada vez mais comum doarmos uma quantia em dinheiro para ONGs e instituições que dão suporte a diversos tipos de trabalhos, é preciso lembrar que colocar a mão na massa e desenvolver algum tipo de trabalho voluntário faz bem para a saúde.

Já é comprovado que essa atitude altruísta, ao longo do tempo, tem o poder de melhorar nosso humor e a nossa sensação de bem-estar – só para você ter ideia, já se sabe que o voluntariado reduz até mesmo a pressão arterial, o que é uma ótima notícia para quem é hipertenso.

3 – Agende uma parte do seu dia para fazer coisas que você ama

Afinal, se não pudermos fazer aquilo que nos faz bem, fica realmente difícil ter uma mente positiva. “Muitos de nós nos sentimos internamente culpados por dedicarmos tempo para nós mesmos”, afirma a terapeuta Jenny Giblin, que explica que essa sensação tem relação com o fato de, no fundo, acreditarmos que fazer coisas por prazer nos toma tempo em questão de produtividade profissional.

Não apenas isso não é verdade como temos a necessidade de fazer pequenas pausas dedicadas a momentos de lazer ao longo do dia – dessa forma, sim, ficamos mais produtivos.

4 – Visualize seu melhor cenário

Sabe aquilo que você mais quer que aconteça na sua vida? Então... Coloque isso em seus pensamentos e deixe esse cenário bem vivo em sua mente. Pode parecer um conselho simplório, mas a verdade é que pensar com frequência nos seus maiores objetivos é uma maneira eficiente de começar a mudar de vida, sabia?

O segredo é fazer uma autoanálise e pensar nos motivos pelos quais você quer fazer essa mudança. Refletir sobre temas que você considera importantes é uma forma comprovadamente eficiente de conseguir mudar de comportamento e, por consequência, de alcançar novos objetivos.

5 – Encontre motivos para demonstrar gratidão

A partir do momento em que você analisa sua vida e busca motivos para demonstrar gratidão, percebe que, aos poucos, os pensamentos negativos deixam de ser dominantes. Isso acontece porque, ao se sentir grato por alguma coisa, você acaba enxergando a própria vida com mais clareza e positividade.

De acordo com D. Mitchell, que é expert no assunto, o ideal é fazer uma lista diária de cinco coisas pelas quais nos sentimos gratos, mesmo que estejamos em uma situação desafiadora. “A gratidão combate a ansiedade e prepara o terreno para seguirmos em paz”, explica.

6 – Aproveite melhor o seu horário de almoço

Use alguns minutinhos desse intervalo para dar uma volta, sentar-se em um parque, se for possível, admirar alguma paisagem, fazer alguma oração e por aí vai.

Esse simples exercício de dedicar alguns minutos do nosso dia para contemplar a natureza e fazer algum pequeno passeio melhora nosso humor e, inclusive, deixa nossa memória de curto prazo mais eficiente — esses benefícios são mais vistos ainda em pessoas que têm depressão. Passeios em meio a cenários naturais também melhoram nossa frequência cardíaca.

7 – Sorria mais, mesmo sem vontade

Olha só que interessante: apenas o fato de movimentar os músculos do rosto, como fazemos ao sorrir, tem a capacidade de melhorar o nosso humor, inclusive quando não estamos a fim de mostrar os dentes. O fato é que já é cientificamente provado que sorrir, mesmo sem vontade, é um exercício simples capaz de melhorar nossa frequência cardíaca. Não custa tentar.

8 – De uma vez por todas, aprenda a meditar

Não é de hoje que batemos nessa tecla, assim como não são poucos os benefícios da meditação: melhor humor, menor taxa de estresse, melhor frequência cardíaca, menos ansiedade e por aí vai. O bacana mesmo é que você pode meditar a qualquer hora e em qualquer lugar  inclusive no seu trabalho.

Quer aprender um jeito legal de começar a meditar? Então preste atenção: ao acordar, defina uma palavra positiva que vá guiar o seu dia, como “amor”, ‘paz” ou “equilíbrio”; repita essa palavra várias vezes, inclusive em voz alta quando puder  sempre que sua mente se distrair, fique repetindo mentalmente a palavra escolhida.

Depois, em um momento de mais tranquilidade, sente-se e foque sua atenção apenas na maneira como seu corpo respira. Passe alguns minutos sentindo o ar entrando e saindo de seus pulmões, sem pensar em mais nada. Se você fizer o exercício da palavra e o da respiração todos os dias, vai começar a sentir na prática os efeitos da meditação. Pode acreditar.

9 – Leia mais coisas que inspirem você

Alimentar o cérebro por meio de uma leitura agradável e que sirva de inspiração é uma maneira bastante eficiente de se tornar uma pessoa mais positiva. O segredo é escolher uma leitura que seja feita por prazer, e não por obrigação — fazer isso reduz os efeitos da depressão, ajuda a combater o estresse e previne seu cérebro da demência.

10 – Pense coisas boas a respeito das pessoas das quais você não gosta

Essa pode ser difícil no começo, mas, em longo prazo, os benefícios são visíveis. O exercício é uma forma de não se alimentar mentalmente de sentimentos negativos, como amargura, raiva e inveja. Esse tipo de sentimento acaba influenciando negativamente nossa visão geral de bem-estar, o que é um péssimo negócio.

A melhor forma de lidar com a presença ou a existência de uma pessoa de quem não gostamos é torcer para que ela seja feliz. Isso faz com que, em um intervalo médio de um mês, essa pessoa deixe de representar algo tão negativo em sua vida. O exercício também ajuda você a lidar melhor com sentimentos de raiva e desejos de vingança.