Uma das práticas que estão entrando em desuso é o ato de escrever à mão. Não é de hoje que computadores e tablets têm substituído o papel e a caneta na escola, da mesma maneira que estamos cada vez mais preferindo a comunicação online, que, de novo, deixa as linhas do caderno para trás. Se você é do tipo saudosista e ainda mantém hábitos como os de enviar cartas, escrever bilhetes em papel e fazer anotações diversas, confira a seguir alguns benefícios desse tipo quase ausente de escrita:

1 – Quer aprender mais e melhor? Escreva à mão

Na hora de fazer anotações em uma aula ou palestra, escrever à mão é comprovadamente o método mais eficaz para aprender de verdade aquilo que você está anotando. Essa prática estimula uma região do seu cérebro que filtra melhor o que sua mente precisa processar, fazendo com que você fique mais focado e, consequentemente, aprenda mais.

2 – Quem escreve à mão escreve melhor

Se melhorar a qualidade do texto que você escreve é uma de suas metas, pegue um bom pedaço de papel e uma caneta que o processo já vai ter melhores resultados. Muitos, aliás, são os escritores famosos que optam por escrever à mão. Truman Capote já falou sobre suas preferências de escrita. O autor de “A Sangue Frio” revelou ter escrito sua obra sem recorrer à máquina de escrever.

Essa preferência não é idiossincrasia de escritor. Um estudo publicado em 2009 revelou que estudantes que usam papel e caneta fazem mais anotações, aprendem a escrever mais rapidamente e produzem sentenças mais adequadas e completas.

3 – Escrever à mão vai deixar você menos distraído

A internet está aí para facilitar a nossa vida, nos conectar com milhares de pessoas e deixar acessível uma gama incalculável de informações, de todos os tipos, para todos os públicos. Por outro lado, a internet é também uma fonte inesgotável de vídeos de bichinhos fofos, pegadinhas e inúmeras outras distrações.

Ter noção de que há muita distração na rede pode fazer com que você melhore a qualidade do seu trabalho, sabia? Em vez de revezar entre escrever dois parágrafos de texto e dar uma olhadinha no Facebook, no Twitter, no Skype e no Pinterest, seria melhor deixar o computador para mais tarde, pegar um caderno e escrever. Você vai ficar muito menos distraído e o texto ficará pronto mais rápido.

4 – Um ótimo exercício para o seu cérebro

Se tivermos sorte, envelheceremos. Se tivermos mais sorte ainda, envelheceremos bem. Mas não é só de sorte que se faz uma vida. Se você busca manter a saúde do seu cérebro em dia e ajudar a evitar o aparecimento de doenças como o Alzheimer, saiba que escrever à mão pode ser uma ótima pedida.

Para a ciência, o ato de escrever, que envolve suas habilidades motoras e sua memória, é um dos exercícios cognitivos mais eficientes para quem deseja manter a mente tinindo mesmo quando a idade avança. Aprender um novo idioma também ajuda e, de novo para a ciência, não há desculpa: pessoas adultas têm mais facilidade em reconhecer novos caracteres, como ideogramas chineses, símbolos matemáticos ou notas musicais. Se conseguir escrevê-los à mão, melhor ainda.

***

Agora conte para a gente: você ainda escreve à mão ou essa é uma prática que já foi completamente banida da sua vida?