Quer vender o seu rim? Saiba quanto ele vale no mercado negro

Infográfico criado pelo site Medical Transcription mostra o valor de cada parte do corpo humano no mercado ilegal de órgãos.
Por Felipe Gugelmin em 23/04/2012

(Fonte da imagem: Reprodução/Medical Transcription)

Já pensou em vender um de seus órgãos para conseguir comprar um iPad novo, o mais recente smartphone da Samsung ou um PlayStation 3? O site Medical Transcription criou um infográfico que mostra o valor que olhos, rins, ombros e outras partes do corpo humano têm no mercado negro internacional.

Caso você esteja disposto a ceder seu baço, pode conseguir uma quantia de US$ 500 (935 reais, na cotação do dia 23 de abril). Já um rim em bom estado pode render nada menos que US$ 262 mil, suficiente para você bancar os medicamentos que vai ter que tomar pelo resto da vida. Os valores são referentes aos Estados Unidos: dependendo do país, os preços podem subir vertiginosamente ou cair de maneira radical.

Confira a lista completa dos órgãos relacionados pelo site:

  • Par de olhos – US$ 1.525;
  • Escalpo – US$ 607;
  • Caveira com dentes – US$ 1.200;
  • Ombros – US$ 500;
  • Artéria coronária – US$ 1.525;
  • Coração – US$ 119 mil;
  • Fígado – US$ 157 mil;
  • Mão e antebraço – US$ 385;
  • Litro de sangue – US$ 337;
  • Baço – US$ 508;
  • Estômago – US$ 508;
  • Intestino delgado – US$ 2.519;
  • Rim – US$ 262 mil;
  • Vesícula biliar – US$ 1.219;
  • Pele – US$ 10 por polegada quadrada.

O Medical Transcription esclarece que a maioria dos órgãos vendidos no mercado negro tem origem nos cadáveres enviados a funerárias. Normalmente, um funcionário do local é pago para retirar as partes do corpo que vão ser vendidas sem que a família tenha qualquer conhecimento da situação — quando a pessoa é cremada, não é incomum que a maior parte das cinzas entregues pela empresa não pertençam ao falecido.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!

Comentários (0)