Saiba quais são os países mais felizes do mundo atualmente

Nações com calor, muita festa e muito sol? Não, ao contrário do que pode se pensar, as primeiras 5 colocadas da felicidade são as nações onde o frio prevalece e o desenvolvimento também.
Por Claudia Borges em 13/09/2013
Fonte da imagem: Shutterstock Saiba quais são os países mais felizes do mundo atualmente

Uma pesquisa global realizada entre 2010 e 2012 revelou quais são os países mais felizes do mundo, mostrando também aqueles em que a população está mais insatisfeita. O Relatório Mundial da Felicidade 2013 foi divulgado nesta segunda-feira (09.09) pela Universidade de Columbia (EUA).

A lista mostrou que a felicidade se concentra nos países do norte da Europa, sendo que a Dinamarca ficou em primeiro lugar, seguida pela Noruega, Suíça, Holanda e Suécia. Foram 156 países pesquisados e o Brasil ficou em 24º lugar à frente de grandes nações como a França (25º), Alemanha (26º) e até o Japão, que se mostrou com a população não muito satisfeita na 43ª posição, assim como a China, em 93ª.  

Os menos felizes

No relatório, os últimos colocados são Ruanda, Burundi, República Centro-Africana, Benin e Togo, onde se encontra a população menos satisfeita com a sua vida, sendo os países localizados ao sul do deserto do Saara e considerados os mais pobres do planeta.

Considerações da pesquisa

De acordo com o relatório, que você pode conferir na íntegra neste link, enquanto o mundo se tornou um lugar um pouco mais feliz e mais generoso ao longo dos últimos cinco anos para alguns países, revoltas políticas e econômicas resultaram em níveis muito reduzidos de bem-estar para outras nações.

Por exemplo, os rankings da Grécia, Itália, Portugal e Espanha caíram drasticamente devido ao impacto da crise da zona do euro, assim como o Egito, Mianmar e Arábia Saudita também registraram quedas na satisfação populacional devido à turbulência política e civil recentes.

Fonte da imagem: Shutterstock

Segundo a pesquisa, os governos que procuram melhorar a felicidade de suas populações deve gastar uma proporção maior de seus orçamentos em saúde, dando mais atenção sobre as doenças mentais, que são as maiores determinantes da miséria em países avaliados, de acordo com os autores do estudo.

“As pessoas podem ser infelizes por muitas razões, desde a pobreza ao desemprego, da desagregação familiar à doença física. Mas, em qualquer sociedade, a doença mental crônica é uma causa muito influente de miséria”, afirma o relatório. Confira abaixo os 40 primeiros da lista entre 156 países.

  1. Dinamarca
  2. Noruega
  3. Suíça
  4. Holanda
  5. Suécia
  6. Canadá
  7. Finlândia
  8. Áustria
  9. Islândia
  10. Austrália
  11. Israel
  12. Costa Rica
  13. Nova Zelândia
  14. Emirados Árabes Unidos
  15. Panamá
  16. México
  17. Estados Unidos
  18. Irlanda
  19. Luxemburgo
  20. Venezuela
  21. Bélgica
  22. Reino Unido
  23. Oman
  24. Brasil
  25. França
  26. Alemanha
  27. Qatar
  28. Chile
  29. Argentina
  30. Cingapura
  31. Trinidad e Tobago
  32. Kuwait
  33. Arábia Saudita
  34. Chipre
  35. Colômbia
  36. Tailândia
  37. Uruguai
  38. Espanha
  39. República Tcheca
  40. Suriname
Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!

Comentários (0)