Um ilustrador chinês, que se identifica em suas redes sociais apenas como John, decidiu usar sua arte para mostrar como sua vida costumava ser antes de começar a adotar animais de estimação e no que ela se tornou agora. Ele começou com um Golden Retriever chamado Maimai, descrito como “o peludo maligno mais fofo de todos”, e já está atualmente com mais um cão e dois gatos.

John nos mostra através de sua arte que vai ser impossível não se sentir mal por não dividir sua comida com seu pet quando ele olha para você com aquela expressão adorável, e pode esquecer qualquer possibilidade de manter a casa sempre em ordem. Sem contar com a cobertura de pelos que se instala sobre todos os seus móveis, agarra em sua roupa e algumas vezes vai parar até mesmo em suas refeições.

Mas tudo isso vale a pena quando você chega em casa e seu bichinho não vê a hora de brincar um pouco, ganhar afagos ou simplesmente receber um pouco de comida. John diz em uma de suas primeiras postagens após adotar o primeiro cão: “Tudo o que eu consigo pensar quando saio do trabalho é em ir para casa. Saber que Maimai está esperando por mim é uma sensação maravilhosa”.

Concentrar-se em seu jantar é uma tarefa complicada quando há olhos e focinhos ansiosos para saber (e provar) o que você está comendo

A galeria de seu celular fica lotada de uma hora para outra com dezenas de fotos de seu bichinho

Voltar para casa e encontrar tudo exatamente no mesmo lugar em que estava quando saiu (ou intacto) é praticamente impossível

O interior de seu carro passa a ter uma cobertura permanente de pelos, sem contar as marcas de mordidas, arranhões e outras evidências de que um pet passou por ali

O dinheiro deixa de ser só seu, e uma parte substancial dele acaba no caixa de pet shops ou supermercados onde você compra comida e brinquedos para seu bichinho

Karaokê? Que nada! Sua vida social passa a ter um grande buraco, em que se encaixa o tempo para passear com seu pet, levá-lo ao veterinário ou simplesmente brincar com o danadinho

Em muitos casos, seus pais vão começar dizendo que você não tem tempo ou responsabilidade suficiente para cuidar de um animal, mas no final acabarão demonstrando mais afeto por ele do que por você

Você vai ter que abastecer regularmente o estoque de brinquedos de seu bichinho, pois “acidentes” envolvendo dentes e garras vão fazer com que eles durem relativamente pouco tempo

Será preciso tomar cuidado redobrado com seus eletrônicos ou se preparar para comprar cabos e outros itens novamente com certa regularidade

Essas foram as experiências que John já teve com Maimai e seus outros pets, mas você provavelmente já passou também por poucas e boas com seus animais de estimação. Conte algumas de suas histórias favoritas vividas com seus bichinhos em nossa área de comentários abaixo.

O seu animal de estimação protagoniza muitos momentos engraçados? Quais? Comente no Fórum do Mega Curioso