"Sharknado" causa furor no Twitter com sua tempestade de tubarões

Em seu pico, fluxo de comentários sobre o filme trash exibido pelo canal Syfy chegou a 5 mil tweets por minuto.
Por Leonardo Rocha em 12/07/2013
Fonte da imagem: Reprodução/WeCraveGames "Sharknado" causa furor no Twitter com sua tempestade de tubarões

Um filme sobre tornados infestados por tubarões exibido por um canal de TV a cabo deixou o Twitter com águas revoltas na noite de ontem. “Sharknado” foi ao ar no Syfy na noite dessa quinta-feira (11) e causou o surgimento de uma tempestade de tweets de proporções nunca vistas para um evento de porte tão modesto quanto um longa de baixo orçamento passando na televisão.

Estreando no canal, o filme protagonizado por Tara Reid não alcançou uma audiência particularmente grande, ficando entre 1 e 2 milhões de espectadores, mas causou uma movimentação muito maior na rede social. No pico dos comentários, Sharknado estava gerando mais de 5 mil mensagens por minuto.

Até mesmo celebridades como o roteirista Damon Lindelof, o comediante Patton Oswalt, o prefeito de Newark Cory Brooker e a atriz Mia Farrow participaram com afirmações sarcásticas. Pronunciando-se sobre a repercussão, o Syfy classificou o filme como sua “exibição televisiva mais social de todas”.

Especialistas das sobras

Para o diretor de “Sharknado”, Anthony C. Ferrante, o sucesso do longa foi completamente imprevisto, já que a rede de televisão não gastou quase nada com propagandas para a exibição. “Tudo o que fizemos foi montar os trailers, falar para outras pessoas sobre isso e coisas do tipo”, afirmou.

Fonte da imagem: Reprodução/Terrorama

A Asylum, companhia que produziu o filme, está acostumada a produzir os chamados “mockbusters” (ou “zoa quarteirões”, em tradução livre), longas de baixo orçamento que costumam nem passar nos cinemas e caçoam os grandes sucessos das telonas. Entre os produtos da empresa estão filmes como “Mega Shark Versus Crocossaur” e “Atlantic Rim”.

O cofundador da produtora, David Michael Latt, define suas criações como uma paródia do sistema de estúdios. “Nós estamos brincando com o lado comercial disso. Você fez o seu filme com US$ 200 milhões? Eu vou fazer ele com 20 pratas”, disse.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!

Comentários (0)