Nós aqui do Mega Curioso já falamos a respeito de alguns dispositivos bem curiosos utilizados por espiões do passado, como é o caso de uma mini arma disfarçada de batom empregada por agentes da KGB, um sapato com escutas usado pelos serviços secretos do leste europeu nos anos 60 e 70, pombos equipados com câmeras cuja missão era obter imagens do território inimigo e guarda-chuvas empregados por oficiais búlgaros capazes de injetar doses mortais de veneno.

Pois as antigas agências de inteligência inventaram muitas outras engenhocas malucas que dariam inveja ao próprio James Bond — pelo menos à versão mais antiga do espião da ficção mais famoso do mundo. Confira sete desses interessantes aparatos a seguir:

1 – Óculos letais

Empregados por agentes da CIA entre os anos de 1975 e 1977, apesar da aparência inofensiva e totalmente ordinária, os óculos acima ocultavam pequenas cápsulas de cianeto para o caso de os agentes serem capturados e corressem o risco de passar por sessões de tortura para revelar seus segredos.

2 – Relógio-câmera

O acessório acima foi desenvolvido no final da década de 40 e era utilizado por agentes secretos na Alemanha Ocidental para que eles pudessem tirar fotos discretamente enquanto faziam de conta que estava checando as horas.

3 – Luva perigosa

Equipada com uma pistola, a luva acima, empregada pela Marinha dos EUA entre os anos de 1942 e 1945, permitia que os oficiais disparassem tiros enquanto mantinham as duas mãos livres para poder lutar contra seus inimigos.

4 – Cantil explosivo

Durante a Segunda Guerra Mundial, oficiais do serviço de inteligência do Exército dos EUA carregavam cantis como o que você acabou de ver na imagem acima — escondendo bombas que eram usadas em missões de sabotagem além das linhas inimigas.

5 – Cachimbo nada da paz

Você diria que o cachimbo acima — cuja aparência não tem absolutamente nada de anormal — esconde uma arma? Utilizado pelas Forças Especiais Britânicas entre os anos de 1939 e 1945, ele era capaz de disparar um pequeno projétil de curto alcance capaz de matar uma pessoa.

6 – Tronco indiscreto

O tronco acima, “plantado” nos arredores de Moscou por agentes secretos dos EUA no início dos anos 70, é surpreende. A engenhoca era utilizada para interceptar mensagens provenientes de uma base aérea soviética e transmiti-las via satélite aos norte-americanos. Além disso, funcionava por meio da energia solar — para evitar que as baterias tivessem que ser carregadas ou trocadas com frequência.  

7 – Kit de ferramentas

Nós aqui do Mega Curioso suspeitamos que o James Bond não ia curtir muito a ideia de ter que carregar o kit de ferramentas acima. Desenvolvido pela CIA na década de 60, o compacto dispositivo era capaz de guardar 10 instrumentos e, em caso de necessidade, ser rapidamente ocultado pelo agente secreto — que podia introduzi-lo pelo reto.