Fungos deixam os sons de violinos comuns iguais aos dos Stradivarius

Descoberta desvendaria um dos maiores mistérios da história dos instrumentos musicais.
Por Ráisa Guerra em 13/09/2012

Violino Stradivarius no Palácio Real de Madrid (Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)
No universo dos violinos, o nome Stradivarius é soberano, pois faz referência a uma das mais famosas (e caras) marcas de instrumentos de corda do mundo. Responsáveis por um som inconfundível, hoje existem apenas 650 exemplares criados há mais de 300 anos pelo mestre Antonio Stradivari.

O grande mistério em torno dos instrumentos Stradivarius está na qualidade do som que eles produzem. Apesar dos esforços de pesquisadores e músicos, pouco se sabia dos reais fatores que levavam os instrumentos a serem tão sonoramente marcantes. No entanto, um professor sueco pode ter desvendado esse que seria um dos maiores mistérios da história musical utilizando apenas pequenos seres vivos: os fungos.

Reproduzindo o som de um Stradivarius

Ao aplicar na madeira de um violino barato dois tipos de fungos, Francis Schwarze foi capaz de transformar o som “comum” do instrumento em um indistinguível som de Stradivarius. Aparentemente, os fungos são capazes de deixar a madeira do violino mais fina, mas de uma forma que não afetaria a maneira que o som viaja através dele.

Para confirmar que o som produzido pelo violino normal tratado com fungos seria igual ao de um violino Stradivarius, músicos foram colocados à prova. No caso, sem saber que se tratava de um instrumento comum, eles confundiram o som com o de um instrumento criado por Antonio Stradivari.

Agora, o professor sueco planeja utilizar a técnica para produzir em massa violinos comuns e mais baratos com sons que atinjam a qualidade de um Stradivarius — que normalmente é encontrado em museus e que chega a custar mais de um milhão de dólares.

Fonte: GeekoSystem

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!

Comentários (0)