Algumas pessoas insistem em afirmar que uma boa refeição não tem preço. Será mesmo? Para muita gente, a felicidade pode ser encontrada em um cachorro-quente ou em uma fatia de pizza com preço bem bacana. Já outras preferem um restaurante mais confortável e com bons alimentos. E sempre tem aqueles que não se importam com o dinheiro quando o assunto é comida.

Muitos dos restaurantes mais caros do mundo são famosos por sua exclusividade, localização exótica, alimentos raros e atmosferas únicas. Esses estabelecimentos oferecem mais do que refeições: eles oferecem "experiências gastronômicas" das quais os clientes jamais esquecerão, coisas que se tornarão inesquecíveis.

A verdade é que esses pontos continuam a se tornar mais procurados a cada dia, apesar do preço. Existem aqueles restaurantes que são extremamente chiques (clique aqui para ver os 7 restaurantes mais luxuosos do mundo) e outros que se sobressaem pelos exorbitantes valores de suas refeições.

Mesmo sendo excessivamente inacessíveis para a maioria das pessoas, um bom jantar chique é o sonho de muita gente. Para aqueles que só podem sonhar com uma refeição dessas como prêmio de algum concurso ou se você está procurando uma recomendação para uma data especial, conheça detalhes dos 10 restaurantes mais caros do mundo.

10 — Masa (Cidade de Nova York)

Se você está procurando por uma experiência inesquecível, o Masa pode proporcionar esses momentos. O chef Masa Takayama aconselha os clientes a se vestirem confortavelmente para aguentar três horas de eventos culinários. No entanto, não existe um menu fixo, os clientes se sentam e são apresentados a uma série de pratos frescos direto da cozinha.

A atmosfera é extremamente calmante, talvez para amenizar o choque você terá ao ver a conta: US$ 350 por pessoa, não incluindo taxas como a porcentagem do garçom, por exemplo. A bebida é outro assunto complicado. Não faça alarde por uma garrafa de Kikushime por US$ 400 ou de um Chateaux Margaux 1995 por US$ 1.500.

09 — MIsoguigawa (Osaka, Kobe e Kyoto)

Como o site do estabelecimento explica, "a cozinha harmoniza um espírito francês com a cultura japonesa". O restaurante está localizado em uma antiga casa de chá no centro de Kyoto e serve comida francesa com um toque da culinária japonesa desde 1981. O menu sazonal de oito pratos gira em torno de US$ 162 por pessoa (refeições mais simples).

Existe uma versão mais chique dessa experiência que custa mais ou menos US$ 270 já com taxas inclusas, mas deve ser solicitado com cinco dias de antecedência. O menu inclui pratos como filé mignon com batatas, feijão manteiga e abóbora assada. Para a sobremesa, opções deliciosas como marquise de chocolate com frutas e molho de pistache.

08 — Le Pre Catelan (Paris)

Este moderno restaurante está localizado no coração do parque Bois de Boulogne, em Paris, na França. Os pratos começam em torno de US$ 85 e as sobremesas por US$ 43, mas os clientes são duramente pressionados a consumirem uma refeição à la carte que custa aproximadamente US$ 130 por pessoa. Por US$ 255 (incluindo taxas de serviços) pode-se desfrutar de uma refeição com sete pratos.

No verão, o estabelecimento oferece uma refeição de cinco pratos por US$ 199 por pessoa. Alguns desses pratos caros incluem ravióli com camarão ao caldo de azeite ou vitela com aroma de canela. Também dá para ficar entusiasmado com o excelente pão e o maravilhoso vinho, importantes para qualquer restaurante francês.

07 — Beige (Tóquio)

Beige fica no topo de um prédio no bairro de Ginza, em Tóquio. O restaurante pertence ao aclamado chef Alain Ducasse, que recentemente recebeu o prêmio dos 50 Melhores Restaurantes incluindo sua escola de culinária, livros de receitas e atividades de consultoria. Ele teve um faturamento de aproximadamente US$ 15 milhões em 2012 e só continua a aumentar.

O Beige oferece comida francesa com ingredientes japoneses sazonais. Tem como características alguns pratos como o cogumelo matsutake que custa US$ 259 ou um jantar com três pratos por US$ 147 ou US$ 190. Para sobremesa, você poderá receber um chocolate em forma de um botão com a marca Channel. Mas, claro, por US$ 25 cada um.

06 — Gordon Ramsay (Londres)

Gordon Ramsay é um chef, dono de restaurante e personalidade de televisão muito conhecido. Você pode reconhecê-lo através do prestigiado programa Kitchen Nightmares Ramsay. De fato, seu restaurante no bairro de Chelsea, em Londres, recebe 3 estrelas Michelin (uma espécie de avaliação de restaurantes) desde 2001.

Seu menu sazonal inclui uma série de pratos que custa cerca de US$ 320 por pessoa. Mas é claro que há um adicional de 12,5% de gorjetas, fazendo o total bem perto de US$ 355. Há também uma garrafa de vinho tinto por cerca de US$ 18.850. A comida é maravilhosa, mas você provavelmente viverá de macarrão instantâneo pelo resto do mês.

05 — Restaurant Crissier (Suíça)

Este restaurante recebeu recentemente três estrelas Michelin e tem revelado chefs lendários há 40 anos. O estabelecimento oferece uma "experiência sensorial" completa e recebeu muitos elogios dos rankings profissionais e opiniões dos clientes. Em 2013, o chef Benoit Violier foi eleito chef do ano na Suíça.

Alguns dos pratos do restaurante incluem peixe Saint-Gilles-Croix-de-Vie branco cozido com erva-cidreira, cogumelos de verão assados e suflê de frutas vermelhas. A refeição pode ser adquirida por vários preços, mas o valor médio é de US$ 450 por pessoa. Realmente muito caro, mas há quem não abra mão disso.

04 — Aragawa (Tóquio)

Avaliado pela Forbes como o restaurante mais caro em 2006, ele não entra no número 1 agora, mas continua entre os melhores. Localizado no final de um longo corredor de prédios de escritório em Shinbashi, área de Tóquio, ele acomoda apenas 22 pessoas por vez e faz sucesso por causa de toda essa exclusividade. É conhecido por ter a melhor carne no mundo.

Outra iguaria oferecida é um único salmão inteiro grelhado com carvão fresco. Tem também o Bife Sanda, uma especialidade particular, já que o animal deve atender a critérios específicos, como ser um gado premiado e o processo de grelhar inclui dez fases distintas. O menu, com preço fixo de US$ 341 por pessoa, não inclui as bebidas nem as sobremesas, mas vale a pena se você não quiser economizar nenhum centavo.

03 — Restaurant Le Meurice (Paris)

Como se trata de mais um restaurante do chef Alain Ducasse, não é nenhuma surpresa este luxuoso estabelecimento ser todo inspirado em Versalhes. A sala é decorada com lustres de cristais, bronze e mármore e tem vista para o Jardin des Tuileries. Com míseros US$ 524, pode-se provar três especialidades, mais uma seleção de queijos e sobremesas.

O valor, entretanto, não inclui as bebidas, que podem adicionar mais algumas centenas de dólares na sua conta. Algumas especialidades incluem torta de galinha (apenas US$ 156), lagosta com batatas, vitela e seleções decadentes de frutas e chocolates. Você se arriscaria a pedir tudo isso?

02 — Ithaa Undersea Restaurant (Maldivas)

Este exótico estabelecimento foi classificado como o "mais belo restaurante do mundo" pelo New York Daily News em 2014 e fica cinco metros abaixo da superfície do Oceano Índico. Ele oferece uma vista panorâmica de 180 graus dos jardins de corais pelo qual é cercado e oferece comida europeia em seis pratos no menu de jantar, a partir de US$ 320 por pessoa (sem bebidas e sobremesas).

O menu inclui pratos como caviar de peixes de recife e Black Angus Filet Mignon. Crianças são permitidas apenas no horário de almoço, mas não no jantar. E eles têm um código de vestimenta, é claro. Este restaurante é outra experiência única, mas ele vem com um preço de aproximadamente US$ 500 por pessoa se você fizer as escolhas mais modestas.

01 — Sublimotion (Ibiza)

O restaurante mais caro do mundo é o Sublimotion, descrito pelo chef Paco Rancero como "radicalmente diferente". Ele está localizado em uma ilha conhecida pelas festas e experiências culinárias e recebeu cinco estrelas Michelin. Ele permite apenas 12 clientes de cada vez (o que o torna extremamente exclusivo).

Os 20 pratos são desenvolvidos para "provocar uma experiência emocional", uma experiência que pode (ou não) incluir muito choro na hora de receber a conta de... US$ 2 mil por pessoa. Mas você também nunca terá uma refeição como essa na vida, cheia de tecnologia, design e classe. Até a umidade do "microambiente" é ajustado para você comer melhor.