Ah, a Nova Zelândia! Esse belo país localizado na Oceania e composto por duas ilhas principais, chamadas de Ilha do Norte e Ilha do Sul, já é bastante conhecido ao redor do mundo pelas paisagens estonteantes que serviram de cenário para filmes como “O Senhor dos Anéis” e “O Hobbit”. Se a Terra-Média existe, ela com certeza está na Nova Zelândia. Porém, além de paisagens impressionantes que habitam essas ilhas relativamente pequenas, existem muito mais curiosidades que nem todos nós estamos cientes. Prepare-se para descobrir um pouco mais sobre esse conjunto de ilhas do Oceano Pacífico!

Conhecendo os Kiwis

Os habitantes oriundos da Nova Zelândia são comumente apelidados de Kiwis, que é o nome de uma ave que só existe por essas ilhas. O Kiwi (que não tem absolutamente nada a ver com a fruta que possui o mesmo nome) é caracterizado por ser uma ave sem asas – ele pertence à mesma família dos avestruzes. O Kiwi é um bichinho bastante pequeno, que possui o corpo fofo e um bico bastante alongado para pegar frutas, sementes e vermes – símbolo local.

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

A população do país é basicamente composta por descendentes de europeus, já que foi originalmente uma colônia da Inglaterra – a independência do Reino Unido ocorreu em 1907. Enquanto quase 70% do país é identificado como descendente de europeus, somente 15% são considerados maori – o restante é formado por imigrantes. Os maoris são o povo nativo da Nova Zelândia, os indígenas do país.

Conflitos entre os maoris e os europeus ocorreram no tempo da colonização do país, assim como eu muitos outros países que também se transformaram em colônias. Por fim, um tratado polêmico foi estabelecido, batizado de Tratado de Waitangi, para que as duas populações habitassem o país em conjunto e de modo pacífico. Por causa disso, existem muitos projetos que incentivam um apoio cultural e financeiro aos maoris – inclusive, inglês e maori são as duas línguas oficiais da Nova Zelândia.

Um país desenvolvido e de muitos ateus

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Os movimentos religiosos da Nova Zelândia são bem variados. Quase 40% da população assume publicamente não possuir qualquer tipo de religião, enquanto o restante se divide em várias vertentes católicas e protestantes do catolicismo, além do budismo e do islamismo (mais frequente nos imigrantes). As cidades do país são consideradas bem pequenas e não há grandes conglomerações urbanas com exceção de Auckland, que fica no norte do país – e que ainda assim possui menos de dois milhões de habitantes.

A Nova Zelândia possui níveis invejáveis de educação e de qualidade vida, sendo classificada como o quinto país mais desenvolvido do mundo de acordo com seu IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), de acordo com o PNUD. Entre os segmentos que mais contribuem para o PIB está o turismo, que é bastante disseminado pelas ilhas do país, seja pelas locações de “O Senhor dos Anéis” e “O Hobbit” ou por parques naturais, termais e complexos de cavernas com vermes bioluminescentes (Cavernas Waitomo).  

Um país pequeno com neve, praias, lagos e vulcões

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

As ilhas da Nova Zelândia podem ser pequenas (menores do que muitos estados brasileiros), porém em seus espaços limitados encontramos uma grande variedade de ecossistemas e ambientes. Ao sul estão localizados os Alpes Neozelandeses, que formam quilômetros de extensão de montanhas que estão permanentemente cobertas de neve, com picos que passam dos 3,500 metros. Inclusive, no extremo sudoeste da Ilha do Sul podemos encontrar um complexo de fiordes – formações geológicas de altas montanhas em que densos trechos do oceano adentram o continente.

Por outro lado, a Ilha do Norte é bem mais quente com suas praias ensolaradas – e com a presença de vulcões! Infelizmente, os vulcões ainda estão ativos, sendo que o Ruapehu é considerado um dos mais perigosos. A cratera dele é formada por um lago que abriga cinzas, barro e água – e suas constantes erupções atraem milhares de turistas e aventureiros todos os anos. Próximo dele está localizado o Lago Taupo, com quase 200 quilômetros de extensão, que está na cratera de um dos supervulcões mais ativos do mundo.

Cidades: um misto de modernidade com vida no campo

As cidades mais famosas da Nova Zelândia são: Auckland, Wellington (capital), Christchurch, Hamilton, Dunedin, entre outras. 70% da população vive nas cidades, porém devemos nos lembrar de que as cidades neozelandesas são extremamente diferentes das brasileiras, já que são menores, mais planejadas e possuem altos índices de qualidade de vida graças as suas estruturas. Em 2010, Auckland foi considerada a quarta melhor cidade do mundo para se viver, enquanto Wellington ficou em décimo lugar.

Rugby e os esportes radicais

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Se no Brasil o futebol é a paixão nacional, o mesmo pode ser dito do Rugby na Nova Zelândia. Como foi colonizado pelos ingleses, os esportes típicos do país são essencialmente oriundos do Reino Unido, como o críquete e o tênis, porém o rugby é o que tem mais adeptos. Inclusive, o esporte se tornou parte da cultura do país, sendo capaz de unir os neozelandeses descendentes de europeus e os maoris em identidades iguais quando entram em campo – e o haka é apresentado no início de todos os jogos (um tipo de dança essencialmente maori).

A Nova Zelândia também é o país dos esportes radicais, sendo um dos primeiros locais do mundo que disponibilizou o bungee jump. A cidade em meio às montanhas, Queenstown, é bastante famosa por suas belezas naturais, porém principalmente por ser mundialmente conhecida como capital internacional dos esportes radicais, com diferentes tipos de atividades do gênero para os mais aventureiros e fãs de adrenalina.

Veja mais alguns fatos interessantes sobre a Nova Zelândia:

  • Na Nova Zelândia há dez ovelhas para cada ser humano;
  • Em 1893, a Nova Zelândia foi o primeiro país do mundo a conceder o poder do voto às mulheres;
  • O nome do país na língua maori é Aotearoa, que quer dizer "A Terra da Grande Nuvem Branca";
  • Armas nucleares e energia nuclear são proibidas por lei no país;
  • O Prêmio Nobel já foi dado a três cientistas do país;
  • Os neozelandeses amam carros, pois quase um terço da população possui algum automóvel;
  • Auckland tem o maior número de barcos e lanchas por capital do mundo;
  • É o país do único papagaio sem asas do mundo, o Kakapo;
  • Impressionantemente, não existem cobras na Nova Zelândia!
  • Proporcionalmente falando, a Nova Zelândia possui o maior números de livrarias do mundo de acordo com sua população;
  • Entre os famosos da Nova Zelândia estão Lorde, cantora de 17 anos responsável pelo hit “Royals”, o ator Russell Crowe, bastante conhecido pelo seu trabalho em “Gladiador” e o diretor Peter Jackson, que dirigiu os filmes de “O Senhor dos Anéis” e “O Hobbit”.

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre esse país localizado no sul do Oceano Pacífico? Que tal começar a programar as férias? Se desejar, faça comentários e compartilhe mais informações que você souber sobre a Nova Zelândia ou outros países que quer que falemos por aqui no Mega Curioso. Até a próxima parada!