Você sabe o que o Angry Birds e o Papai Noel têm em comum? A Finlândia! Enquanto a série de jogos foi criada por uma empresa finlandesa (a Rovio), o ícone do Natal vive em uma das cinco províncias do país: a Lapônia. Mas a Finlândia tem ainda muito mais a oferecer e hoje você vai conhecer um pouquinho dela.

O país é repleto de paisagens belíssimas e lugares para se aproveitar no verão e no inverno, apesar de a estação quente ser mais curta.

A população (total de cerca de 5,3 milhões de pessoas) se concentra no sul do país, justamente pelo motivo de o norte ser extremamente frio. É o oitavo maior país da Europa em extensão e o menos densamente povoado da União Europeia, tendo apenas 16 habitantes por km².

Finlândia em vermelho

Esse país nórdico da Europa, situado na região da Escandinávia, faz fronteira com a Suécia a oeste, com a Rússia a leste e com a Noruega ao norte, enquanto a Estônia está ao sul através do Golfo da Finlândia.

A capital Helsinque

Para quem deseja conhecer o país, a capital Helsinque é o principal ponto de entrada para a maioria dos visitantes. Na cidade, os turistas vão encontrar os melhores museus do país, galerias de arte, restaurantes e lojas. São muitas atrações culturais para escolher, e alguns dos pontos turísticos mais importantes da cidade incluem o Finlandia Hall, a arquitetura em torno da Praça do Senado, a Fortaleza de Suomenlinna e a igreja de pedra de Temppeliaukio kirkko.

O Museu Nacional da Finlândia e o Museu Nacional de Arte finlandesa também são imperdíveis. Ao norte de Helsinque fica o castelo medieval de Hameenlinna, enquanto a oeste está Turku, a antiga capital do país.

Aqueles que procuram se aventurar mais longe podem encontrar uma paisagem de florestas e lagos para registrar boas fotos ou até praticar esportes radicais.

A cena gastronômica da capital também é extensa e bem variada. Há aproximadamente 1,3 mil restaurantes em Helsinque. No entanto, os visitantes da cidade devem definitivamente experimentar a culinária local, e uma das melhores maneiras de fazer isso é olhar para o Menu de Helsinque, que é oferecido por um número crescente de restaurantes.

Outras cidades

A cidade de Tampere também é uma das mais bonitas e visitadas do país. Ela foi fundada em 1779 para a produção industrial, sendo agora o terceiro maior município da Finlândia (o maior do interior na Escandinávia) e líder na indústria do país.

Tampere está situada entre dois lagos, sendo uma cidade conhecida por sua vida cultural ativa com um teatro ao ar livre, vários festivais de música, bares e restaurantes badalados. Além de seus teatros, que têm uma reputação internacional, uma boa dica de visita é a moderna Biblioteca Municipal, o Museu de Lenin, inúmeros parques e lagos e o parque de diversões Särkänniemi.

As auroras boreais

Sim, na Finlândia é possível observar de forma totalmente nítida esse espetáculos dos céus! Talvez seja o principal país do mundo para se ver as belas cortinas de luzes esverdeadas. E o melhor lugar para fazer as observações é na Lapônia, a terra do Papai Noel, que é uma das províncias da Finlândia.

No norte, entre setembro e março, os visitantes têm um belíssimo show de luzes praticamente garantido se o céu estiver claro e aberto. Uma vasta gama de hotéis no norte atendem especificamente as pessoas que desejam apreciar a aurora boreal. Além disso, o Instituto Meteorológico da Finlândia permite a você se cadastrar gratuitamente para receber emails de aviso sobre quando as luzes vão aparecer. Prático, não é?

A tradição do Natal

A Vila do Papai Noel na cidade de Rovaniemi, na região finlandesa da Lapônia

Falando em Papai Noel, a cidade tida como a da figura natalina na Finlândia (na região da Lapônia) é Rovaniemi, onde existe até uma casa especial do bom velhinho em que ele recebe visitantes durante o ano inteiro. Além disso, durante a época de Natal, existem diversos desfiles de rua e comemorações especiais relacionadas à terra do Papai Noel.

Gastronomia finlandesa

Como a Finlândia tem inúmeros grandes lagos e mais de 4,5 mil quilômetros de litoral, os pescados frescos abrangem grande parte da gastronomia do país. Muitos dos principais pratos da culinária finlandesa são compostos por peixes, crustáceos, moluscos e outros frutos do mar, em receitas de encher os olhos e o estômago de quem ama esse tipo de comida.

Entre as carnes, as mais populares na preferência dos finlandeses estão a de porco, bovina e frango, sendo que a suína é a mais consumida na maioria das vezes em forma de salsichas e linguiças. Há também uma tradição de caça na Finlândia, sendo que as carnes de cervos, alces, lebres, patos e perdizes são as mais populares.

Os frutos silvestres também são muito utilizados na cozinha finlandesa, tanto em receitas doces quanto salgadas.

Outras curiosidades

  • Há exatamente 187.888 lagos e 179.584 ilhas dentro do território da Finlândia. Ambos são recordes mundiais;
  • O túnel de água Päijänne, com 120 quilômetros, é o maior da Europa e segundo maior do mundo;
  • A Finlândia foi uma das últimas regiões da Europa a serem cristianizadas, no século 12;
  • A Finlândia é um país independente desde 1918. Antes, ele pertencia à Rússia e Suécia;
  • De acordo com o relatório de 2007 da UNICEF sobre o bem-estar infantil nos países ricos, a Finlândia tem o mais alto nível de realizações acadêmicas de todos os países pesquisados em leitura, matemática e ciências;
  • Desde 2004, a Finlândia tem regularmente sido classificada como segundo ou terceiro melhor país para o Estado de Mães do Mundo pela Save the Children;
  • Os finlandeses são os maiores consumidores de café do mundo: cerca de 10 quilos por pessoa ao ano;
  • De acordo com um estudo do World Audit, a Finlândia é o país menos corrupto e mais democrático do mundo desde 2012;
  • A região tem sido classificada em primeiro lugar no Índice de Sustentabilidade Ambiental. Ela também ficou em primeiro lugar para a realização tecnológica pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento;
  • A Nokia Corporation (uma empresa finlandesa) foi a maior fabricante do mundo de telefones celulares entre 1998 e 2012, com uma quota de mercado global de mais de 35% entre 2006 e 2009.

* * *