O Próxima Parada de hoje tem clima de romance à beira-mar. Convidamos você para conhecer um pouco da República das Maldivas, um país insular repleto de praias maravilhosas, com areia branca e água turquesa, que parecem ter saído diretamente de um sonho.

A região é conhecida por ser um dos destinos favoritos de casais em lua de mel e por pessoas interessadas em mergulhos submarinos. Que tal conhecer um pouco mais sobre esse país inspirador?

Arquipélago

A República das Maldivas tem aproximadamente 314 mil habitantes e compreende cerca de 1.200 ilhas, agrupadas em 26 atóis, que ocupam uma área de mais de 90 mil quilômetros. Apesar da grande quantidade de ilhas, pouco mais de 200 delas são habitadas.

A capital do país, Malé, fica a cerca de 600 quilômetros de distância da Índia e a 750 quilômetros do Sri Lanka.

Transporte

Diferente de outros países, o visto de turista com validade de 30 dias não possui nenhuma grande burocracia. O viajante só precisa de um passaporte válido, da passagem de volta e de provas de que tem dinheiro suficiente para ficar no local.

Para chegar ao país, o meio mais comum é o Aeroporto Internacional de Malé, localizado na ilha de Hulhulé, próximo à capital Malé. Para sair de lá e conhecer as outras ilhas, é possível usar barcos ou mesmo um hidroavião.

Porém, é preciso ter um cuidado extra com dias e horários. Os hidroaviões, por exemplo, só operam durante o dia, então é bom já garantir acomodação caso você chegue à ilha após o pôr do sol.

Além disso, durante o final de semana (sexta e sábado, de acordo com a tradição local), a maioria dos barqueiros não costuma trabalhar e pode ser quase impossível conseguir transporte.

Mergulhos

Para quem gosta de aventuras e contato com a natureza, as Maldivas são consideradas um paraíso para mergulhadores. A temperatura é agradável durante o ano inteiro e a visibilidade é muito boa na maior parte dos locais de mergulho, mesmo estando a 20 metros embaixo d’água.

Mergulhar na região é garantia de se encantar com cardumes de peixes coloridos, corais diversos e até algumas arraias e outros animais marinhos. Certamente um passeio inesquecível.

Hospedagem

O turista com destino às Maldivas tem centenas de opções de resorts para escolher, todos com vistas incríveis, mais liberdade para os turistas e algumas das piscinas mais bonitas do mundo inteiro, como já mostramos neste artigo aqui.

Para encher a barriga

Considerando que são ilhas, não é surpresa que a alimentação seja baseada em peixes, principalmente atum. Para acompanhar o quitute, os habitantes costumam consumir bastante arroz e curry.

Um prato típico da região é o Mas Huni, que é consumido durante o café da manhã. Ele consiste em atum, cebola, coco e pimenta picados, misturados e consumidos com uma espécie de panqueca chamada de roshi.

Comida boa até embaixo d’água

Entre as centenas de lugares para comer enquanto se aprecia a vista, um deles chama a atenção por se aproveitar das praias para oferecer um local inusitado: o restaurante foi construído cinco metros embaixo d’água.

O Ithaa Undersea Restaurant é uma instalação submersa que oferece uma vista panorâmica de 180 graus do oceano. Além de um cardápio feito para agradar ao paladar de pessoas bastante exigentes, essa pode ser uma alternativa mais segura para quem tem receio de fazer mergulhos mas ainda quer uma visão diferente da vida marinha.

Restrições alimentares

Por conta de questões religiosas, não se consome porco ou álcool na região. Drinques alcoólicos são permitidos apenas dentro de alguns resorts, porém, costumam ter preços pouco convidativos. Então, nada de querer levar um isopor com cervejas para a praia, até porque não será possível encontrar as latinhas nos mercados locais.

Quando viajar

Entre novembro e dezembro, por conta de celebrações como Natal e Ano-Novo, os preços das acomodações chegam a dobrar. Entre janeiro e março o clima é mais tranquilo e chove menos, mas o valor dos resorts ainda é bem alto,  pois ainda é considerado alta temporada.

Se a ideia é economizar um pouco, melhor aproveitar meses mais calmos, como o período entre maio e setembro. Além dos valores mais em conta para hospedagem, as praias costumam estar mais vazias e mesmo a chuva característica do período não é suficiente para estragar a viagem.

Curiosidades sobre a região

  • Ele é o menor e menos populoso país da Ásia.
  • A temperatura varia entre 24 e 33 graus Celsius durante o ano todo, mas a brisa fresca do mar ajuda a aliviar o calor.

  • Os idiomas oficiais são o inglês e o Dhivehi, então alguém que domina a língua inglesa não terá problemas para se comunicar com os comerciantes locais.
  • O final de semana nas Maldivas é na sexta e no sábado, bem diferente da maioria dos países, onde a folga do trabalho acontece sábado e domingo.

  • A média de altura das ilhas é de 1,5 metro acima do nível do mar, e o ponto mais alto fica na em Villingili, com apenas 2,3 metros.
  • 98% da população adulta do país é alfabetizada.
  • Por ser o país mais baixo do mundo em relação ao nível do mar, existe um receio de que boa parte das ilhas desapareça nas próximas décadas, especialmente levando em conta as mudanças climáticas mundiais.

  • A moeda oficial do país é o Rufiyaa, porém a maioria dos comércios aceita dólar como pagamento.
  • Mesmo com tantas praias, o traje aceito para mergulhos é bermuda e camiseta, tanto para homens quanto mulheres. Usar biquínis ou calção de banho só é permitido em áreas restritas, como algumas praias específicas para turistas e resorts.

  • É proibido entrar no país com bebidas alcoólicas, carne de porco, artigos religiosos de outras crenças que não sejam a islâmica ou pornografia.
  • Ao sair do país, não é permitido levar na mala corais, conchas ou areia.