1001 utilidades: casca de banana alivia coceira, remove farpas e muito mais

Antes de descartar a pele dessa fruta tão popular, veja algumas coisas que você pode fazer com ela.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia)

Um interessante artigo, publicado pelo site Life Hacker, fala sobre as mil e uma utilidades da casca de banana. Portanto, antes de jogá-la fora acreditando que ela não serve para nada, confira alguns de seus usos.

Alívio de coceiras

De acordo com o pessoal do Yahoo, a casca da banana pode ser utilizada para aliviar a coceira provocada por picadas de insetos ou quando entramos em contato com plantas tóxicas. Esfregar a casca sobre a área afetada faz com que a hidratação ajude a diminuir a irritação da pele.

Lustrador multiuso

A casca de banana também pode ser utilizada para lustrar os seus calçados. Elas são ricas em potássio, um composto que, além de evitar que você sofra com cãibras, também está presente na composição das graxas para sapatos disponíveis no mercado. Além disso, ela também pode ser usada para dar brilho a talheres e eliminar a poeira das folhas de plantas que você tenha pela casa.

Não acredita? Confira o vídeo abaixo e veja como usar o seu lustrador multiuso para deixar os seus sapatos como novos:

Removedor de farpas

Você sabia que também é possível usar a casca da banana para remover farpas da pele? Segundo o site Natural Family Online, basta dar pequenas pancadinhas com a casca sobre o local afetado. As enzimas presentes na sua composição ajudam a deslocar a farpa, além de colaborar com a cicatrização do ferimento.

Adubo

O alto conteúdo de potássio presente na banana faz com que a fruta se torne um excelente fertilizante. O site eHow ensina que basta enterrar a casca próximo à raiz das suas plantinhas para vê-las florescer como nunca.

E você, leitor, conhece mais alguma utilidade para a casca de banana? Não vale dizer que ela também serve para escorregar!

Fontes: Yahoo, YouTube, Natural Family Online, eHow e Life Hacker

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!

Comentários (0)