Em um rodízio de pizza, você pode se empanturrar comendo diversas “nacionalidades” entre os sabores, tais como napolitana, portuguesa, baiana, paulista, mexicana, peruana, siciliana e por aí vai. Mas e se fosse um rodízio erótico? Será que todas essas diferenças culturais estariam presentes?

“Quando você vai num rodízio, você não paga a entrada do rodízio e come o quanto você aguentar? Aqui vai ser a mesma coisa, só que é periquita”, diz a gravação que está viralizando na internet. “Vocês vão pagar a entrada e vai comer quem quiser, aonde quiser, a hora que quiser”, termina a mensagem.

O recado é de uma casa noturna de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo. A orgia foi intitulada “Open de Perereca” e está marcada para o dia 13 deste mês. A “entrada” na festa está custando R$ 100. Segundo os organizadores, o evento tomou proporções nacionais e por isso eles estão procurando um lugar maior para acomodar todos os participantes. A data também pode sofrer alterações.

Ouça o chamado da “festa”, que também está sendo divulgada por WhatsApp:

Evento pode acabar no xilindró

Apesar do caráter inusitado da proposta, o Código Penal Brasileiro configura como crime “tirar proveito da prostituição alheia, participando diretamente de seus lucros ou fazendo-se sustentar, no todo ou em parte, por quem a exerça”, de acordo com o artigo 230.

O tal “rodízio de mulheres” também tem preços diferenciados para os atrasadinhos: quem deixar para comprar seu ingresso só no dia do evento corre o risco de pagar 50% mais caro! O “segundo lote” da orgia será vendido a R$ 150!

E aí? Achou a proposta tentadora?