Artista russo prega os próprios testículos no chão em protesto contra Putin

Pyotr Pavlensky chamou sua manifestação de "Fixação". Ele ficou mais de uma hora na mesma posição, em plena Praça Vermelha
Por Daiana Geremias em 11/11/2013
Fonte da imagem: Reprodução/Folha Artista russo prega os próprios testículos no chão em protesto contra Putin

Cidadãos de todo o mundo parecem ter aprendido: na falta de outros meios de comunicação com seus governantes, chamar a atenção nas ruas pode dar resultados. O artista russo Pyotr Pavlensky demonstra sua aversão ao presidente Vladimir Putin de maneiras nada comuns: no ano passado, por exemplo, Pavlensky costurou a própria boca (foto acima) para mostrar solidariedade à banda Pussy Riot, que foi desfavorável ao presidente em uma apresentação.

Ontem Pavlensky ficou preso à Praça Vermelha, por mais de uma hora. Tudo porque o artista resolveu pregar seus testículos com a ajuda de um martelo ao chão da praça.

Manifestação

Fonte da imagem: Reprodução/Excelsior

Ele permaneceu olhando seu órgão sexual pregado ao chão, completamente sem roupa, em meio a um dos maiores cartões postais da Rússia. O motivo do protesto? Mais uma vez Pavlensky quis se manifestar contra medidas governamentais tomadas por Putin.

A manifestação artística, chamada por ele de “Fixação”, foi definida pelo próprio Pavlensky como uma “metáfora da apatia, indiferença política e fatalismo da sociedade russa atual”. Depois de ficar na mesma posição por mais de uma hora, o artista foi levado a um hospital.

O policial que cuidou do caso definiu a ação do artista como “algo normal para um doente psíquico”. Depois que receber tratamento, Pavlensky vai ser detido. Ontem também foi celebrado o Dia da Polícia Russa.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!

Comentários (0)