Em algum momento da sua vida, você já deve ter desejado ser um super-humano e ter algum tipo de poder que mais ninguém tem. O fato é que esse é um sonho distante demais para quase todas as pessoas — ou quase, porque algumas vão além do que nós, meros mortais, conseguimos fazer. Descubra a seguir quem são esses cidadãos e quais são seus poderes quase mutantes:

6 – O antichoque

Ma Xiangang é um homem capaz de entrar em contato com fios elétricos desencapados sem o menor problema. Tudo começou quando sua televisão estragou e ele quis consertá-la. Durante o processo, tocou acidentalmente em um fio desencapado, e o que causaria algum estrago a qualquer pessoa não fez absolutamente nada em Xiangang.

Ele resolveu checar outros tipos de fiação, com tensões ainda maiores, e descobriu que é imune a choques, mas que esse tipo de experiência é capaz de deixá-lo com mais energia e disposição. Cientistas testaram os efeitos de descargas elétricas no corpo de Xiangang e notaram que ele suporta esse tipo de energia oito vezes mais do que o resto das pessoas. Crianças, não tentem testar se vocês também têm esse tipo de resistência – é bem provável que não.

5 – Forrest Gump da vida real


Se você é desses que sofrem para correr por 10 míseros minutos na academia, prepare-se para morrer de inveja de Dean Karnazes, um americano capaz de percorrer longos períodos correndo sem demonstrar o mínimo cansaço. Alguns dos seus feitos nada modestos incluem a sua participação em 50 maratonas de 50 estados em 50 dias consecutivos. Isso sem falar, é claro, da vez em que correu 563 quilômetros durante três dias sem parar nem para dormir.

Karnazes passou por alguns exames logo depois das maratonas, incluindo a verificação do CPK, que indica os danos sofridos pelos músculos do corpo após a prática de exercícios. Para se ter uma ideia, um corredor de maratona “normal” teria indicadores de CPK na casa dos 2.400 depois de “apenas” uma maratona; já em Karnazes, esse número era de apenas 447 após 25 maratonas consecutivas. Ou seja, seus músculos não se danificam com o excesso de atividade física, e nosso Forrest Gump da vida real é incansável.

4 – Supermemória

Imagine que você tem a missão de ir para uma cidade desconhecida, olhar tudo, reparar nos mínimos detalhes e depois desenhar o que recorda. É bem provável que você se lembre de algum detalhe bacana, mas não poderá descrever e desenhar tudo com precisão — a menos que você seja Stephen Wiltshire, que consegue se lembrar de todos os detalhes depois de apenas uma olhada.

O cara não só recorda tudo o que viu, como consegue dar a proporção correta a todos os prédios, construções e detalhes percebidos por seus olhos de águia. Ele viaja o mundo desenhando paisagens e cidades desconhecidas. Outra coisa curiosa a respeito de sua incrível memória fotográfica: Wiltshire não se lembra das paisagens apenas no momento de desenhá-las; ele retém cada imagem em sua mente para sempre, aparentemente.

Se você, que não guarda nem a data do aniversário da sua mãe, está se perguntando como isso é possível, saiba que Wiltshire possui um tipo de autismo conhecido como savantismo, que caracteriza habilidades de memória extraordinárias. Esse tipo de condição dificulta a comunicação entre as partes do cérebro, o que faz com que algumas áreas sejam superdesenvolvidas enquanto outras ficam em segundo plano.

3 – Supermemória, o retorno

Se no caso anterior falamos de uma pessoa que tem uma excelente memória fotográfica, agora você vai conhecer a história de um homem que se lembra de tudo. Tudo mesmo. Estamos falando de Kim Peek, que, infelizmente, morreu em 2009, mas ainda é considerado um dos homens com a melhor memória do mundo.

Ele conseguiu memorizar 12 mil livros e, inclusive, lia duas páginas de uma só vez, no esquema de um olho lendo a página esquerda e o outro, a direita. Estudos já confirmaram que ele era capaz de memorizar 98% de toda a informação que recebia. Sua história serviu de inspiração para o filme “Encontro de Irmãos”.

A explicação para uma memória absurda como a de Peek é a mesma do caso anterior: ele também era portador de savantismo e seu cérebro era capaz de guardar quase todas as informações.

2 – Iceman

 

Enquanto muita gente por aí sai de cachecol e luvas ao primeiro sinal de vento mais forte, existe o holandês Wim Hof, capaz de ficar praticamente sem roupa na neve sem sentir frio. E, se você acha que isso é absurdo demais, saiba que o danado já escalou o Monte Everest de shortinho.

Ele já participou de experiências bizarras que incluem manter-se submerso em água extremamente gelada. Nesses casos, notou-se que a temperatura do corpo de Hof praticamente não diminuía. Ele explica que usa meditação para evitar pensar no frio como uma ameaça.

Pesquisadores investigaram sua incrível resistência ao frio e descobriram que, de fato, ele consegue controlar seu sistema nervoso central autônomo e suas respostas imunes apenas com meditação, o que significa que ele é capaz mesmo de comandar a resposta do próprio corpo ao frio. Então, quando algum engraçadinho disser que frio é psicológico, é provável que ele tenha razão.

1 – Meio Matrix, meio Kill Bill

Estamos falando de Isao Machii, um japonês com super-reflexos que consegue fazer proezas como cortar maçãs voadoras. Se considerarmos a velocidade de alguns objetos atirados em seus truques, ficamos realmente sem entender como ele é capaz de fazer esse tipo de coisa.

Cientistas afirmam que seu reflexo é realmente maior do que a média e que o que trabalha, nesse caso, não é a visão, mas outro nível sensorial capaz de prever movimentos. Isso é o que acontece com muita gente, principalmente com quem pratica algum tipo de esporte — ou será que o Neymar para e pensa antes de chutar cada bola que chega aos seus pés? O que diferencia todos os outros mortais de Machii é a velocidade dos objetos que ele consegue mirar sem erro.

Para que você entenda melhor, assista ao vídeo abaixo e confira as habilidades desse superninja. Depois, nos conte qual é seu super-humano favorito.