13 provas de que a tagarelice do Salem, da Sabrina, faz muita falta
1.903
Compartilhamentos

13 provas de que a tagarelice do Salem, da Sabrina, faz muita falta

Último Vídeo

Com 7 temporadas exibidas entre 1996 e 2003, Sabrina, Aprendiz de Feiticeira foi uma série que trouxe um dos personagens animais mais divertidos da televisão: Salem Saberhagen. No remake da série, O Mundo Sombrio da Sabrina, da Netflix, o gato mais ácido das telinhas volta apenas como um... gato! Ele só mia e mostra os caminhos para a bruxinha mais querida da ficção, mas filosofar que é bom, nada...

Com um humor peculiar e frases de efeito, o Salem do passado sempre tinha as melhores sacadas quando precisava resumir a vida. Confira 13 dessas grandes sabedorias felinas:

1. Filosofando sobre regimes

“Eu não preciso de dieta, porque não estou gordo”

2. Revendo as amizades

“Eu achei que era seu melhor amigo”

3. Exercendo a humildade

“Era uma vez um lindo e jovem gato...”

4. Bisbilhotando a vida alheia

“Isso é melhor que pay-per-view”

5. Definindo sentimentos

“Quando eu estou feliz, eu como” / “Quando eu estou chateado, eu como”

6. Ensinando o vegetarianismo

“Estamos nos anos 90. Ninguém mais come outros mortais”

7. Elevando a auto-estima

“Apenas seja uma rainha, querida”

8. Falando sozinho

“Às vezes eu gosto de ouvir eu mesmo falando”

9. Mostrando a importância do mundo real

“Cara, aquele holograma me deixou gordo”

10. Compreendendo a adolescência

“A adolescência não está te fazendo bem”

11. Dando valor ao mundo das exatas

“Eu nunca pensei que trabalhar com número pudesse ser tão sensual”

12. E mostrando que o pessoal de humanas também é incrível

13. Sendo um poço de candura

*Publicado em 25/04/2017

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.