Sabia que o seu gato vê você como um felino bem grande da mesma espécie?
2.341
Compartilhamentos

Sabia que o seu gato vê você como um felino bem grande da mesma espécie?

Último Vídeo

Muita gente costuma tratar os seus animais de estimação como melhores amigos (o que realmente eles não deixam de ser), conversando com eles o tempo todo. Já outras pessoas preferem tê-los como filhos, dando o que podem ou não para vê-los felizes e satisfeitos. Cachorros até podem encarar os humanos com os mesmos olhos, mas os gatos, não.

O Dr. John Bradshaw, biólogo da Universidade de Bristol, escreveu em seu novo livro, intitulado “Cat Sense”, que o felino costuma encarar o ser humano não como se fosse seu dono, seu melhor amigo ou quem sabe seu pai. Ele vê a pessoa que o alimenta e dá abrigo como um gato maior e amigável, um animal da mesma espécie que o aceitou em seu grupo.

Bichinhos selvagens

O especialista estudou o comportamento dos gatos por mais de 30 anos e concluiu que, diferentemente dos cachorros, os felinos ainda são animais selvagens. Eles vivem nas cidades simplesmente pelo fato de que os seres humanos foram invadindo todos os territórios e não sobrou espaço no qual eles pudessem ficar.

Assim, eles se tornaram para as pessoas animais de estimação, companheiros lindos e bastante úteis na caça a roedores, mas não perderam o seu instinto. Por que você acha que eles adoram dar a sua voltinha para fora de casa? Apesar de serem bem caseiros, eles não gostam de se sentir presos, pois possuem uma natureza livre, podemos dizer até ainda selvagem.

A domesticação dos gatos acontece através da castração e esterilização. Isso faz com que muitos deles se acalmem e se tornem mais sociáveis. Porém, isso também não quer dizer que eles passam a ver os humanos com outros olhos. Por isso, algumas pessoas dizem que os felinos são tão independentes e não encaram os humanos como seres superiores.

Ações, demonstrações e emoções

Quem tem mais de um gato em casa já presenciou a cena na qual eles roçam seus corpos com a calda estendida. Isso é um sinal de cumprimento amigável, o mesmo que eles fazem com os humanos, se esfregando nas pernas, no ombro, no pescoço... Ele está demonstrando afeição e praticamente dizendo que confia em você como um da mesma espécie.

E quem é que nunca viu — ou conhece alguém que tenha visto — um gato levando na boca um inseto ou rato morto para dentro de casa? Acha que o felino está tentando presentear ou alimentar você? Que nada! O Dr. Bradshaw explica que ele apenas quer um lugar seguro para guardar a sua caça. E tem lugar melhor do que ao seu lado?

Seguindo o pensamento felino, não porque você é seu dono, mas porque você é um gato grande que divide a sua comida e o seu território com ele. Na visão do seu bichinho, você nunca foi atacado nem roubado por alguém menor do que o seu tamanho, então ali é o local perfeito para ele guardar o que caçou. E não é para você, é para ele, aprenda isso!

Lindos, afetuosos e cheios de gratidão

Mas se engana quem pensa que, por esse motivo, os felinos não têm sentimentos, não amam os humanos e não são carinhosos. Só quem tem um gatinho em casa sabe a delícia de receber um afago, um ronronado baixinho de felicidade, aqueles pelos macios na pele... Eles são gratos pelo que recebem. As pessoas ainda têm muito que aprender com os animais.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.