Filhotes fofinhos de bichos-preguiça vão inundar o seu coração de amor
90
Compartilhamentos

Filhotes fofinhos de bichos-preguiça vão inundar o seu coração de amor

Último Vídeo

Você já imaginou ter a sua residência invadida e não ter para onde ir?

Pois é justamente isso que acontece com diversos animais, como os preguiças

Na Costa Rica, Sam Trull fundou um instituto para cuidar desses pequenos órfãos sem-teto

Sam diz que o que mais gosta nos preguiças é que eles se preocupam apenas com os próprios problemas

Kermie foi o primeiro espécime resgatado por Sam

Foi daí que surgiu a inspiração para o instituto

O Instituto de Preguiças da Costa Rica estuda como esses bichinhos fofos se comportam

Tanto em cativeiro quanto na vida selvagem

A ideia é gerar informação responsável sobre os preguiças para o grande público

Algo que é feito em parceria com outras instituições que cuidam de preguiças ao redor do mundo

Sam Trull também escreveu o livro “Slothlove

Ele é repleto de informações e fotos maravilhosas sobre os bichos-preguiça

“Como não se apaixonar por um animalzinho que só quer comer suas folhas e relaxar sob o sol?”, questiona Sam

É impossível!

“Além disso, os preguiças são muito curiosos e brincalhões”, ressalta a fundadora do instituto

A maioria das pessoas, entretanto, não chega a presenciar esses comportamentos

No instituto, os animais recebem uma espécie de treinamento para quando voltarem à vida selvagem

Claro que o ritmo desses bichinhos transforma todo o processo em algo bem lento

“Os preguiças precisam de mais árvores para sobreviver”, relembra Sam

Mas, é claro, não é qualquer árvore: eles precisam de tipos certos para manter a espécie ativa

“Algumas pessoas transformam os preguiças em ‘brinquedinho’ de humanos”, diz a ativista

Isso faz com que muitos deles morram de estresse

Basta lembrar, por exemplo, que durante um desmatamento os preguiças não conseguem fugir para o interior da floresta

Eles são muito mais vagarosos do que outros animais

A fundadora do instituto ainda faz um apelo para que turistas que encontrem bichos-preguiça evitem fotografá-los ou acariciá-los

Podem parecer atitudes normais, mas precisam de extrema cautela

E ninguém quer causar dor e sofrimento para eles, né?

Jamais!

Ou você teria coragem de maltratar alguém que te olha desse jeito?

"Cuida bem de mim"

Não, esse bebezinho não está mostrando o dedo do meio

"Estou pedindo amor e proteção"

***

Você gosta de bichos-preguiça? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.