1. Bibi Perigosa – “A Força do Querer”

A personagem de Juliana Paes roubou a cena na novela “A Força do Querer” e foi livremente baseada na história de Fabiana Escobar, que ficou conhecido como a Baronesa do Pó, por conta de seu envolvimento com o tráfico. Tal como na ficção, Bibi se envolveu na criminalidade por conta do amor pelo traficante (Rubinho na ficção, Saulo de Sá Silva na vida real). Fabiana serviu como consultora de Glória Perez e torce pela redenção da personagem que leva seu nome.

novela

2. Helena – “Por Amor”

Na novela que foi ao ar entre 1997 e 1998, Regina Duarte interpreta a protagonista Helena, que entra em trabalho de parto ao mesmo tempo que sua filha, interpretada por Gabriela Duarte – curiosamente, também sua filha na vida real. Acontece que o neto de Helena nasce morto e ela troca os bebês na maternidade. Muita gente criticou a trama rocambolesca, mas o autor Manoel Carlos garante que se inspirou em um caso real acontecido no Ceará em 1992.

novela

3. Nazaré Tedesco – “Senhora do Destino”

É isso mesmo: a história da “raposa felpuda” tem um fundo de verdade! Na trama, que foi ao ar entre 2004 e 2005, Nazaré (Renata Sorrah) sequestra a filha de Maria do Carmo (Susana Vieira), e as duas voltam a se encontrar depois que a menina cresce. A trama foi livremente inspirada no caso do sequestro do garoto Pedrinho, em 1986, que teve um desfecho inacreditável quando descobriram que sua mãe supostamente legítima, Vilma Martins Costa, na verdade havia o sequestrado na maternidade. O caso veio à tona em 2003.

novela

4. Comendador José Alfredo – “Império”

Chay Suede (na primeira fase) e Alexandre Nero deram vida ao comendador Zé Alfredo, que fez fortuna através da comercialização de pedras preciosas, em especial o diamante. Sua história foi levemente baseada na do comendador, empresário e colecionador de artes português José Berardo, que fez sua fortuna com o comércio de ouro. Em comum entre os dois está o fato de que eles só andavam de preto!

novela

5. Beto Falcão – “De Volta Para Casa”

A novela “De Volta Para Casa” deverá entrar no ar em 2018, substituindo “O Outro Lado do Paraíso”. O autor João Emanuel Carneiro, o mesmo de “Avenida Brasil”, diz que o protagonista Beto Falcão, a ser vivido por Emílio (o Rubinho de “A Força do Querer”), será livremente baseado no falecido cantor sertanejo Cristiano Araújo, que apesar de não ter uma fama tão grande foi capaz de mobilizar o país com sua morte. Na novela, o sertanejo será substituído pelo axé.

novela