O brasileiro nostálgico ama duas produções estrangeiras: “Pica-pau” e “Chaves”. Ao longo dos anos, nos acostumamos com os episódios clássicos dessas séries e até decoramos algumas falas, por isso, quando algum sinal de modernidade aparece a gente acaba ficando megacurioso. Nesta semana, mostramos que a Chiquinha, do “Chaves”, ressurgiu em um vídeo promocional da Netflix. Agora foi a vez do pássaro mais arteiro ganhar novas caras!

O projeto Pica-pau Collab reuniu 70 animadores brasileiros para recriar o clássico “O pássaro que veio para o jantar”, de 1961. Nele, o adorado personagem encontra um vendedor ambulante de brinquedos inspirados em sua imagem e resolve enganar o pequeno Reginaldo na esperança de viver na maior mordomia! Claro que as coisas não ficam só no oba-oba, já que o tal moleque é um pestinha ambulante! Confira:

O legal do projeto, feito sem fins lucrativos e usando o áudio original para criar uma maior conexão com o espectador, é que ele mistura muitas técnicas diferentes, desde as mais toscas até as mais rebuscadas – o nome de todos os envolvidos está na descrição do vídeo no YouTube. Também é divertido assistir em busca de elementos surpresas que cada animador colocou no trecho que ficou sob sua responsabilidade.

O Reginaldo, por exemplo, aparece marretando um boneco do Mickey Mouse. Também é possível ver um muro pichado com o nome de Walter Lantz, o criador do Pica-Pau. Tem até um pouco de sangue e uma bizarra cena do Zeca Urubu se masturbando! Para efeitos de comparação, você pode rever o episódio original: