Artista coloriza foto de prisioneira de Auschwitz e o resultado é comovente
2.487
Compartilhamentos

Artista coloriza foto de prisioneira de Auschwitz e o resultado é comovente

Último Vídeo

As atrocidades cometidas pelos nazistas contra judeus e outras minorias durante a Segunda Guerra Mundial não são nenhum segredo. E, se você tem interesse por esse terrível capítulo da história da humanidade, então deve ter visto várias imagens registradas nos vários campos de trabalho e extermínio que foram criados pela Europa, incluindo o dramático retrato a seguir — que mostra uma jovem prisioneira desses lugares.

Czeslawa KwokaCzeslawa Kwoka, retratada por Wilhelm Brasse (Bored Panda)

De acordo com Ilona, do site Bored Panda, a menina da foto acima era a polonesa Czeslawa Kwoka, de 14 anos de idade, que teve seu retrato tomado pelo fotógrafo Wilhelm Brasse quando chegou a Auschwitz. Anos depois, Brasse contou que se lembrava claramente da jovem prisioneira, justamente pelo fato de ela ser apenas uma criança quando chegou ao campo de concentração.

Lembrança estarrecedora

Segundo o fotógrafo, antes de posar para o retrato, Czeslawa não conseguia entender o que uma oficial alemã dizia a ela e, por isso, a nazista a agrediu com um bastão repetidas vezes. Então, a menina enxugou as lágrimas e o sangue do rosto e se posicionou para a foto. Brasse, por sua vez, assistiu a tudo, mas não havia nada que ele pudesse fazer para interferir na situação, já que isso podia custar a sua vida.

Czeslawa KwokaCzeslawa Kwoka, retratada por Wilhelm Brasse (Bored Panda)

As fotos que Brasse capturou de Czeslawa são essas que você viu — e Marina Amaral, uma artista brasileira incrivelmente talentosa de quem já falamos aqui no Mega, decidiu colorizar as dramáticas imagens da jovem prisioneira.

Czeslawa KwokaCzeslawa Kwoka, retratada por Wilhelm Brasse (Bored Panda)

Conforme contou Marina, ela acredita que é muito mais fácil para o público se identificar com as pessoas dos retratos — que foram vítimas de verdadeiros horrores — quando as fotos são vistas em cores. Isso porque, depois de as imagens serem tratadas, os ferimentos de Czeslawa ficam muito mais evidentes, e é mais fácil compreender o que ela e milhões de outros prisioneiros como ela sofreram. Confira o resultado:

Prisioneira de AuschwitzRetrato de Wilhelm Brasse colorizado por Marina Amaral (Bored Panda)

Prisioneira de AuschwitzRetrato de Wilhelm Brasse colorizado por Marina Amaral (Bored Panda)

Prisioneira de AuschwitzRetrato de Wilhelm Brasse colorizado por Marina Amaral (Bored Panda)

De acordo com Ilona, do Bored Panda, Czeslawa foi apenas uma de cerca de 230 mil crianças com menos de 18 anos — de um total de 1,3 milhão de pessoas — que foram levadas a Auschwitz entre 1940 e 1945. No caso da garota, especificamente, segundo os registros que sobreviveram sobre ela, Czeslawa foi levada de Zamosc, na Polônia, até o campo de concentração no dia 13 de dezembro de 1942 e morreu no dia 12 de março de 1943. Não existem informações sobre como, exatamente, ela faleceu.

***

Sabia que fãs de filmes e séries agora estão no Clube Minha Série? Neste espaço, você também pode escrever e encontrar outros especialistas sobre seus programas favoritos! Acesse aqui e participe.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.