Fofura do dia: focas aprendem a cantar a música de Star Wars

Fofura do dia: focas aprendem a cantar a música de Star Wars

Último Vídeo

Os pesquisadores da universidade de St. Andrews, na Escócia, ensinaram as focas cinzentas Janice, Zola e Gandaf a cantarem “Brilha, brilha estrelinha” e a música tema de Star Wars. Uma pesquisa que com certeza garantiu momentos de muita fofura!

A equipe estava investigando se seria possível que focas copiassem melodias e formantes que são presentes na fala humana. "Os formantes são enfatizados em bandas de frequência em nossos sons da fala", explicou Vincent Janik, autor do estudo, à New Scientist. “Eles são partes de nossos sons de fala que modificamos para codificar informações. Por exemplo, vogais diferentes diferem apenas em seus formantes”.  

Focas cinzentas são, aparentemente, excelentes cantoras! Fonte: Pexels 

Gogó poderoso

As três focas foram monitoradas pelos pesquisadores desde o nascimento, para que fosse observado o repertório vocal natural dos animais. Depois, elas foram treinadas para copiar as sequências de sons que as focas naturalmente fazem, melodias compostas por esses sons e, finalmente, os sons da voz humana. O treino foi longo e exaustivo, mas agora elas já conseguem aprender novos sons rapidamente.

A estrela do trio é Zola, uma fêmea que é capaz de copiar até dez notas da canção infantil “Brilha, brilha, estrelinha”. Enquanto isso, a dupla Gandalf e Janice conseguiram copiar diversas combinações de sons de vogais humanas com precisão. Os resultados foram divulgados na publicação Current Biology.

Confira o vídeo que mostra as focas soltando a voz: 

Importância do estudo

No geral, os mamíferos não são muito talentosos para copiar os formantes e mesmo os macacos que são mais próximos dos humanos tem dificuldades. Por isso, cientistas acreditavam até então que a produção de formantes é uma característica exclusivamente humana. Contudo, a pesquisa feita com as focas mostrou que elas podem ser excelentes vocalistas, o que lança uma dúvida sobre essa suposição e levanta a possibilidade de termos evolução da aprendizagem vocal, uma parte fundamental da linguagem em humanos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.