Operação policial prende quadrilha com 4.600 artefatos antigos

Operação policial prende quadrilha com 4.600 artefatos antigos

Último Vídeo

Autoridades búlgaras, britânicas e alemãs prenderam oito criminosos, todos provenientes da Bulgária, enquanto tentavam entrar na Inglaterra com uma coleção de antiguidades contrabandeada.

Mas não se trata de qualquer coleção: o carregamento tinha nada menos que 4,6 mil artefatos de períodos desde a Idade do Bronze (3000 a.C.) até a Idade Média. 

Como os próprios criminosos fizeram escavações ilegais para encontrar os artefatos — e, dessa forma, eles não eram conhecidos — seria fácil criar documentos para vendê-los. Assim, em pouco tempo, eles estariam em várias coleções particulares. Entre as peças, estavam cerâmicas, moedas, lanças, flechas e urnas funerárias que teriam rendido milhões para a quadrilha, se fossem vendidas em casas de leilões inglesas.

As fotos abaixo, publicadas pelo Twitter da polícia europeia, mostram apenas um pouco da enorme coleção que os criminosos tentaram contrabandear:

Fonte: Europol/ReproduçãoFonte: Europol/Reprodução

Fonte: Europol/ReproduçãoFonte: Europol/Reprodução

Fonte: Europol/ReproduçãoFonte: Europol/Reprodução

Uma operação policial complexa

Contudo, a polícia búlgara recebeu uma denúncia e já estava de olho na quadrilha desde março de 2018. Por mais de um ano, as autoridades dos três países observaram, enquanto os criminosos passavam os artefatos, clandestinamente, pela Alemanha e contratavam uma empresa britânica para levar a coleção até o Porto de Dover, no Canal da Mancha. É lá que a quadrilha foi presa, em outubro de 2019. Contudo, a polícia resolveu revelar o caso apenas em junho de 2020, para não correr o risco de atrapalhar outras investigações em curso, nem o julgamento desses criminosos. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.