Raio-X em tela de Picasso revela obra escondida

Raio-X em tela de Picasso revela obra escondida

Último Vídeo

Restauradores do Instituto de Arte de Chicago descobriram uma composição escondida por trás de uma pintura abstrata do artista espanhol Pablo Picasso. 

A obra original Still Life. (Fonte: Art Institute of Chicago)
A obra original Still Life, de Picasso. (Fonte: Art Institute of Chicago)

Tudo começou quando a obra Still Life, de 1922, precisava de uma restauração devido ao aparecimento de rugas em algumas áreas. Quando a equipe capturou imagens de infravermelho e raios-X para auxiliar no tratamento, traços de uma outra obra foram revelados por trás do famoso quadro. 

De acordo com a equipe de restauradores, a figura se trata de uma natureza-morta neoclássica em que mostra uma jarra, uma caneca, um objeto retangular (que poderia ser um jornal) e outra forma circular. A descoberta foi retratada em um estudo publicado no SN Applied Sciences.


A tentativa de Picasso em esconder o esboço 

Infravermelho da pintura original. (Fonte: SN Applied Sciences)
Infravermelho da pintura original. (Fonte: SN Applied Sciences)

O equipamento de tecnologia conseguiu ver que Picasso realmente tentou esconder os traços recém-descobertos. 

"A radiografia e a imagem infravermelha, bem como a análise tranversal da pintura, revelaram detalhes sobre o design e o nível de conclusão da primeira natureza-morta e esclareceram que ela foi realmente pintada na frente da tela e coberta com uma camada de tinta branca antes de Picasso pintar a natureza morta cubista linear" explicou Alison Langley, chefe de Conservação de Pinturas, em entrevista ao IFL Science

Langley ressalta que isso não é típico do pintor. Segundo a profissional, Picasso reutilizava suas telas frequentemente, mas o surpreendente é que ele tenha bloqueado a primeira composição. 

"Isso é incomum da parte dele, já que ele normalmente pintava diretamente sobre as camadas de tinta anteriores, muitas vezes retendo vestígios das formas ou cores originais na pintura final" enfatizou Langley. 


O que pode ter motivado a decisão do pintor

Raio-X de Still Life. (Fonte: SN Applied Sciences)
Raio-X de Still Life. (Fonte: SN Applied Sciences)

Ainda que os restauradores não tenham chegado a uma conclusão sobre a motivação de Picasso, Alison Langley levanta a possibilidade de que o estilo tenha influenciado a decisão. 

"Talvez ele não conseguiu encontrar um alinhamento lúdico ou artístico das formas curvilíneas da primeira natureza-morta e das arestas duras da composição abstrata linear final nesse caso" argumenta a profissional. 

Enquanto o mistério não é resolvido, a obra Still Life foi restaurada completamente pela equipe. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.