Seja o primeiro a compartilhar

6 hábitos bizarros de pessoas ricas na hora de dormir

Embora dormir seja uma atividade natural do corpo, esse é um tema que gera alguma polêmica. Não há um consenso sobre o que seria um sono saudável, e há inclusive quem defenda que é preciso dormir menos para se ter uma vida mais produtiva.

As pessoas ricas e famosas, aliás, às vezes desenvolvem algumas práticas bem inusitadas em seus hábitos de sono. Contaremos aqui a história de seis celebridades que dormem de um jeito meio... diferente.

1. A câmara hipobárica de Michael Phelps

(Fonte: Soobum Im/USA Today Sports)(Fonte: Soobum Im/USA Today Sports)

Michael Phelps é o maior recordista de medalhas olímpicas, e parte de seu sucesso nos esportes é creditada a seus hábitos de sono, de acordo com ele mesmo. Para tanto, ele dorme em uma câmara hiperbárica que simula uma altitude de 9 mil pés.

A razão disso? Treinar em lugares altos, em que a quantidade de oxigênio é menor, ocasiona aumento da produção de hemoglobina, responsável pelo transporte de oxigênio. Imagina-se que essa condição ajude a aprimorar a performance dos atletas. Na câmara hiperbárica, portanto, o corpo é literalmente forçado a se adaptar à menor quantidade de oxigênio, melhorando a resistência do organismo.

2. Os cochilos de Leonardo Da Vinci

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Segundo historiadores, Leonardo da Vinci não gostava de dormir, por isso ele mantinha o hábito que hoje se chama ciclo polifásico do sono, uma prática de distribuir o sono em episódios múltiplos e mais curtos. Desse modo, ele trocava as noites de sono por curtos cochilos de 30 minutos a cada 6 ou 4 horas.

Por mais que haja uma espécie de moda desse estilo de sono (Cristiano Ronaldo já declarou ter um hábito meio parecido), especialistas não o recomendam.

3. Matt Mullenweg e a prática de dormir 6 vezes ao dia

(Fonte: Todd Spoth/The New York Times)(Fonte: Todd Spoth/The New York Times)

Matt Mullenweg é cofundador do WordPress e CEO da Automattic. Sua rotina consiste no sono polifásico extremo, então ele costuma tirar 6 cochilos de 40 minutos ao longo do dia, sem dormir mais em outros horários. Pode ser que funcione temporariamente para quem quer otimizar as horas, mas a verdade é que ninguém aguenta continuar assim por um longo tempo.

4. Mariah Carey e o sono de 15 horas

(Fonte: Inez/Vinoodh/V Magazine)(Fonte: Inez/Vinoodh/V Magazine)

Em 2007, Mariah Carey deu uma entrevista em que esmiuçava suas rotinas de sono e disse que dorme cerca de 15 horas por dia — segundo ela, "para poder cantar como quiser".

A outra informação excêntrica sobre o sono da cantora é que ela disse dormir com 20 umidificadores ligados, transformando o quarto em uma espécie de sala de vapor. A ideia é se manter hidratada — uma vez que o sono nos desidrata naturalmente —, mas a verdade é que usar apenas um aparelho é mais que suficiente.

5. Os rituais de Stephen King

(Fonte: Steve Schofield/The Guardian)(Fonte: Steve Schofield/The Guardian)

O mestre do terror Stephen King já declarou que é um tanto supersticioso no que diz respeito ao sono. Na biografia Haunted Heart: The Life and Times of Stephen King (2009), de Lisa Rogak, foi revelado o ritual específico na hora de dormir: lavar as mãos e ter os travesseiros apontando sempre na mesma direção. 

6. O "Snoratorium" de Tom Cruise

(Fonte: Ian Gavan/Getty Images)(Fonte: Ian Gavan/Getty Images)

Tom Cruise construiu em sua casa um “Snoratorium“ (uma espécie de “parlatório do ronco”, em tradução livre). Trata-se de um espaço isolado acusticamente para que sua respiração barulhenta não atrapalhe o sono de outras pessoas.

Por roncar muito alto, ele disse ainda que costuma usar aplicativos que monitoram o sono, além de ouvir músicas relaxantes e fazer meditações guiadas para conseguir dormir melhor.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.