Água pra que te quero!

Água pra que te quero!

Equipe MegaCurioso

Somos formados por uma grande parcela de água. Dependendo da idade e do sexo, nosso corpo pode ser composto de 55 a 75% de água. Então é fundamental manter uma ingestão adequada do líquido para ter uma saúde impecável.

A água traz diversos benefícios para o organismo e, se ingerida diariamente, pode inclusive ser uma grande aliada na dieta. Já foi comprovado que quem se hidrata regularmente tem mais facilidade para eliminar toxinas, manter o equilíbrio térmico e ainda evitar inchaços. Tudo isso porque a água regula e equilibra o organismo, contribuindo com aqueles que desejam uma vida mais saudável.

E as vantagens não param por aí. Também é possível notar uma melhora significativa na aparência das unhas, dos cabelos e da pele, pelo simples fato de ingerir mais água do que o normal. Unhas e pele saudáveis e cabelos brilhantes podem ser conquistados com alguns goles a mais.

Mas é claro que existem muitos mitos em torno dos benefícios que a ingestão de água pode trazer para o corpo durante a dieta. Não se deixe enganar por informações como “tomar água morna em jejum ajuda a emagrecer” ou “um copo de água com limão antes de dormir queima calorias”! Tomar água faz bem e é muito importante, mas é preciso estar atento para não prejudicar sua saúde.

A ingestão ideal

Começa pela quantidade a ser ingerida. Os médicos e especialistas falam em dois ou três litros por dia, mas existe uma continha simples que também pode indicar a quantidade mínima recomendada. Basta multiplicar o seu peso por 30 mL e dividir por 1000, ou seja, se você pesa 60 kg (60 kg x 30 mL = 1800 : 1000 = 1,8), recomenda-se que você beba 1,8 litro por dia. Pensar que devemos tomar aproximadamente dois litros de água por dia, no começo, pode assustar, mas se aos pouquinhos você passar a ingerir um copo a mais por dia, logo, logo alcançará a meta indicada.

A ingestão deve ser feita durante todo o dia. Pesquisas indicam que aqueles que tomam dois copos de água de meia a uma hora antes das refeições têm um resultado melhor na hora de encarar a balança. Isso acontece porque a água causa uma sensação de saciedade que inibe a fome e a pessoa pode acabar ingerindo até 15% menos comida. E não é preciso sentir sede! Quando você tem sede, significa que o organismo já começou a desidratar e isso deve ser evitado, pois a desidratação pode causar dor de cabeça, fadiga, irritabilidade e até cãibras.

Além disso, beber água na medida certa contribui para diminuir a retenção de líquidos no organismo. Quando ingerimos pouca água, a tendência é que ela fique retida no nosso corpo. O organismo entende que em algum momento ele pode precisar de água, por isso ele faz uma reserva. Enquanto isso, as pessoas que se hidratam regularmente não apresentam inchaços e retenção de líquidos porque o corpo sabe que sempre estará suprido e a reserva de água passa a ser desnecessária.

E para ajudar nessa buscar pelo equilíbrio, vale lembrar algumas dicas importantes:

  • ter uma garrafinha cheia sempre à mão ajuda muito para adquirir o hábito e sempre se lembrar de tomar água;
  • o consumo de água natural pode ser alternado por água com gás sem a perda dos benefícios. Mas, fique atenta, a água natural não deve ser sempre substituída;
  • devido ao clima típico do outono e do inverno, costumamos ingerir menos líquido, mas a nossa perda é constante, seja no suor ou na urina. Vale a pena se esforçar um pouquinho mais e manter o ritmo mesmo nas estações mais frias do ano;
  • aliar a ingestão de alimentos ricos em fibras com a água contribui para o bom funcionamento do intestino, evitando acúmulos e auxiliando no emagrecimento;
  • a hidratação passa a ser ainda mais importante depois de práticas esportivas. A perda de água pelo suor e pela urina deve ser compensada com a ingestão adicional de água; e
  • também é bom lembrar que água em excesso pode fazer mal, pois isso pode dilatar o estômago e causar incômodos. Em casos mais sérios, a água pode passar diretamente à corrente sanguínea e acabar causando a diluição do sangue.
Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.