Meditação pode reduzir o stress relacionado aos sintomas de doenças

25/01/2013 às 09:582 min de leitura

Crédito: Thinkstock

Já foi comprovado que a meditação baseada nas práticas da Yoga pode reduzir a pressão arterial, além de trazer outros benefícios para o organismo. Agora, uma nova pesquisa, divulgada no Daily Mail, revelou que o ato de meditar também é capaz de aliviar os sintomas de doenças dolorosas como a artrite reumatoide.

Segundo os pesquisadores da Universidade de Wisconsin (EUA), o tratamento usa uma forma de meditação conhecida como “atenção plena”, que poderia ser uma alternativa mais barata aos medicamentos prescritos. A meditação atenta envolve "estar presente", concentrando-se em padrões de respiração e sensações corporais. Esse tipo de relaxamento reduz a preocupação com o passado e com o futuro, mostrando-se eficaz em aliviar também a depressão.

Este mais recente estudo sugeriu que o efeito calmante da meditação pode ajudar ainda as pessoas que sofrem de stress relacionado às condições inflamatórias crônicas, como a síndrome do intestino irritável e a asma. Os autores da pesquisa exaltam a conveniência da prática da meditação, que pode ser feita sentada em qualquer local ou até mesmo caminhando.

A pesquisa chega em um momento em que médicos de família do Reino Unido estão sendo orientados a reduzir prescrições de analgésicos e pílulas para dormir com o alerta de que os pacientes estão se tornando viciados. As novas diretrizes agora orientam os médicos a considerar tratamentos alternativos, como a fisioterapia e até aconselhamento.

A líder do estudo Melissa Rosenkranz disse que algumas pessoas não se beneficiam de medicamentos regulares, sendo que muitas delas sofrem de efeitos prejudiciais das drogas ou não respondem ao tratamento padrão. A especialista comentou em entrevista ao Daily Mail: "Nosso estudo mostra que existem formas específicas de meditação que podem ser benéficas e que há pessoas que podem ser propensas a se beneficiar mais com essa abordagem do que com outros procedimentos”.

Crédito: Thinkstock

A pesquisadora afirma que este tipo de meditação baseado no método de plena atenção pode oferecer uma alternativa de menor custo para a redução do stress causado pelos sintomas das doenças ou mesmo complementar o tratamento padrão, podendo ser praticado facilmente pelos pacientes em suas próprias casas, sempre que eles precisarem.

O estudo comparou dois métodos diferentes de redução o estresse, sendo um relacionado à meditação e outro envolvendo exercícios e terapia musical. O resultado mostrou que as técnicas de atenção plena podem ser mais eficazes no alívio de sintomas inflamatórios do que outras atividades que promovam o bem-estar.

No entanto, a pesquisadora Melissa Rosenkranz alertou que a meditação não é a solução para todos os casos. "Esta não é uma cura para tudo, mas o nosso estudo mostrou que existem pessoas específicas que podem ser mais propensas a ter uma boa resposta com a meditação do que com outras abordagens", afirmou a especialista.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: