Rapaz tem ereção de 7 semanas e vai parar no hospital
394
Compartilhamentos

Rapaz tem ereção de 7 semanas e vai parar no hospital

Último Vídeo

Depois da história da mulher que foi hospitalizada devido a um orgasmo que durou por três horas — isso, mesmo, caro leitor, 180 minutos de pura loucura! —, eis que agora foi a vez de um rapaz ir parar no hospital por um problema parecido. De acordo com o The Independent, um jovem de 22 anos resolveu procurar ajuda depois que um acidente de bicicleta o deixou com uma ereção que durou por sete semanas. Não, você não leu errado...

Segundo a publicação, depois de 35 dias nessa... dureza, o rapaz decidiu se dirigir ao Hospital Tallaght de Dublin, na Irlanda, para solucionar o problema. Inicialmente, os médicos — certamente surpresos e, no caso dos homens, com uma pontinha de inveja — tentaram acalmar as coisas através do uso de compressão. No entanto, após a retirada do curativo duas semanas mais tarde, ficou evidente que a abordagem não tinha dado o resultado esperado.

Torcida

Fonte da imagem: shutterstock

A equipe então optou por fazer uma pequena intervenção cirúrgica. Mas, antes de revelar o desfecho desta história, imagine a situação do rapaz ao ouvir dos médicos que o procedimento apresentava um pequeno risco de que ele ficasse impotente! A cirurgia consistiu em introduzir uma minúscula esponjinha de gelatina e quatro pequenas bobinas de platina entre uma veia e uma artéria para corrigir o problema.

O procedimento correu como esperado e, após o período de recuperação — provavelmente acompanhado de diversas velas acesas, noites em claro e muita oração —, o rapaz confirmou o sucesso da cirurgia informando os médicos de que havia tido um encontro amoroso, seguido de uma ereção satisfatória e inclusive... bem, você sabe! Enfim, tudo voltou a funcionar direitinho. 

Falando sério agora, segundo o The Independent, os médicos que atenderam o rapaz só conseguiram encontrar outros dois casos documentados de um problema semelhante. A condição apresentada pelo jovem se chama priapismo e consiste em uma ereção persistente — e muitas vezes dolorosa — na qual o pênis ereto não retorna ao seu estado flácido. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.