5 personalidades que morreram de maneira bizarra
542
Compartilhamentos

5 personalidades que morreram de maneira bizarra

Último Vídeo

1. Morte à la Tywin Lannister

Há quase quatro décadas, o Rei do Rock nos deixava – e ainda tem gente jurando de pé junto que ele está vivo. Como acontece com a morte de diversas lendas da música, a de Elvis Presley ainda causa polêmica e está cercada de teorias conspiratórias.

Elvis morreu no "trono"?

Uma destas histórias envolve a morte do astro e um vaso sanitário: no dia 16 de agosto de 1977, quando a ambulância chegou à mansão do cantor, os paramédicos teriam o encontrado já sem vida, sentado no vaso sanitário. Sabendo que um ataque cardíaco havia culminado na morte de Elvis, que tinha apenas 42 anos, algumas pessoas ligaram as situações e culparam a prisão de ventre do cantor pelo ocorrido.

A verdade é que o astro estava desmaiado no chão do banheiro e seu pijama estava abaixo dos joelhos. Se a prisão de ventre teve algo com a sua morte? Não sabemos, mas ela provavelmente foi um dos problemas que o atormentou em sua meia-idade.

2. Sufocado pelos fãs

É comum ouvirmos pessoas dizerem que se sentem sufocadas pelas outras ou pelo trabalho e, na hora, entendemos o real significado da expressão. Porém, Draco, o Legislador, viu essa palavra passar do sentido figurado para o literal em segundos quando os seus fãs demonstraram toda a sua admiração de maneira bizarra.

Cuidado com os fãs

Durante o século 7 a.C., Draco elaborou um rígido código de leis e, mesmo que elas fossem rigorosas e, em muitos casos, desumanas, conquistou uma grande legião de admiradores. Na época, era tradição entre o público lançar chapéus, casacos e capas no palestrante, a fim de demonstrar sua apreciação. Assim, em sua última apresentação, Draco recebeu tantas peças de vestuário que acabou sufocado sob a pilha e morreu.

3. Cuidado com a tartaruga

Juntamente com Sófocles e Eurípides, Ésquilo se tornou um dos grandes trágicos gregos, sendo responsável pelo aumento no número de personagens em peças, com o objetivo de gerar conflitos entre eles.

Tartaruga voadora

Apesar de seu grande legado, Ésquilo também é lembrado por sua morte bizarra: ele é o único humano conhecido por ser morto por uma tartaruga. Não entendeu nada? A gente explica: segundo fontes históricas, o dramaturgo faleceu quando uma águia confundiu a sua careca com uma pedra e arremessou uma tartaruga sobre ela.

4. Morto pelo colírio

Outro dramaturgo que morreu de forma estranha foi Tennessee Williams, importante figura para o teatro norte-americano. Você deve conhecer pessoas que seguem alguns hábitos rigorosamente, como levantar sempre com o pé direito ou deixar o volume da TV em números pares. Pois bem, toda vez que Tennessee precisava usar o seu colírio, ele abria o frasco, colocava a tampa na boca, se inclinava para trás e aplicava o medicamento.

Tennessee Williams

Em uma noite fatídica, as coisas não saíram como o esperado, e Tennessee morreu engasgado com a tampa do frasco de colírio.

5. Mordendo a língua

Allan Pinkerton era um importante detetive e espião nos Estados Unidos e criou um método para identificar criminosos muito usado pelo FBI. Apesar de ter uma vida emocionante e arriscada, Allan não teve uma morte ligada ao mundo do crime, como era de se esperar. Em um belo dia, caminhando por aí, ele escorregou, caiu e mordeu a língua, causando uma infecção que o levou a falecer.

Allan Pinkerton

Por isso, sempre leve a sério quando alguém disser para você tomar cuidado para não morder a língua!

*Publicado em 31/5/2016

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.