Emagrecimento: novos fitoterápicos ajudam na perda de peso

09/05/2011 às 16:322 min de leitura

Está disponível no mercado uma nova opção de medicamento fitoterápico para ajudar no combate às gordurinhas em excesso. A PholiaNegra, extrato da erva I. Lex p. tem como efeito principal retardar a sensação de fome. Dependendo do metabolismo de cada um, é possível emagrecer até 5 quilos em apenas 45 dias.

A comercialização do produto foi permitida recentemente pela Anvisa, após estudo realizado pela Universidade de São Paulo (USP), que comprovou que ela funciona no processo do emagrecimento. Alguns chegam a afirmar, inclusive, que ela é a cura da obesidade.

Foram dez meses de teste com a PholiaNegra. Após esse período, os pesquisadores concluíram que ela é eficaz e segura quando utilizada como emagrecedor fitoterápico e com orientação médica. Com ela, é possível reduzir o sobrepeso em mais de 10%.

Os bons resultados vêm da capacidade da planta de reduzir a fome. Ela faz com que o alimento demore mais para ser digerido, então o estômago fica cheio por mais tempo, prolongando a saciedade. Por isso, a vontade de comer virá mais tarde.

Entre outros benefícios do fitoterápico estão redução do colesterol ruim e dos níveis de glicemia no sangue, efeito diurético (que evita o inchaço), aumento do colesterol bom (HDL) e eliminação de pelo menos 7% da gordura que fica acumulada no fígado e no estômago.

Apesar de agir mais lentamente que outras anfetaminas que auxiliam na perda de peso, a PholiaNegra não tem efeitos colaterais. Sua ação foi considerada eficaz quando utilizada por um período mínimo de 30 dias. Na Europa, América Latina e Estados Unidos, ela é considerada um fitoterápico mais eficaz que o Chá Verde.

As cápsulas são vendidas apenas com receita médica e devem ser ingeridas 15 minutos antes das refeições principais. O tratamento mensal custa em média 95 reais. Pacientes com pressão alta e outros problemas cardíacos não devem usar o medicamento.

Doce que emagrece

A PholiaNegra chegou ao mercado meses depois da PholiaMagra, extrato da planta brasileira Ecalyculata vell. Ambas atuam no controle do excesso de peso, mas de forma diferente e com benefícios que se complementam.

A PholiaMagra também atua na redução da fome, mas acaba principalmente com a gordura do abdômen. Enquanto a concorrente atua prolongando o tempo da comida no estômago, esse fitoterápico age no sistema nervoso para controlar a vontade de comer.

Entre outros benefícios do medicamento estão o fim da celulite e do inchaço (já que possui alantoína, que faz uma drenagem no corpo) e a diminuição do risco de doenças cardiovasculares, pois ele acaba com a gordura abdominal, causadora do problema.

Para mulheres com mais de 30 anos, os benefícios são mais evidentes, pois a PholiaMagra também atua no rejuvenescimento dos músculos e da pele. Mas nem todas podem usar o produto: aquelas que estão grávidas ou amamentando não devem consumi-lo.

O diferencial desse fitoterápico está na comercialização. Além das pílulas, é possível utilizá-lo na forma de cremes ou balas de vários sabores. Uma opção de doce que pode ser ingerido antes da refeição e ainda emagrece.

Em relação à PholiaNegra, o tratamento com a PholiaMagra é mais caro. O preço do produto para consumo durante um mês varia entre 120 e 180 reais.

É importante ressaltar que ambos devem ser utilizados com orientação médica e estão disponíveis apenas em farmácias de manipulação. Eles também possuem grande quantidade de cafeína, que aumenta a disposição, mas não devem ser consumidos à noite, pois alteram o sono.

Porém, apesar dos benefícios, não vale comer de tudo e guardar a roupa de ginástica no armário. A regra de manter uma dieta balanceada e praticar exercícios físicos se aplica também para esses tratamentos. Isso porque, com uma vida mais saudável, os resultados são ainda melhores.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: