A ilha de Santa Helena, no meio do Oceano Atlântico, tem uma população de cerca de 5 mil pessoas e pertence oficialmente ao Reino Unido. Recentemente um habitante de lá virou notícia no mundo todo: Jonathan, a tartaruga mais velha do mundo, com impressionantes 186 anos, é gay!

Jonathan chegou ao local há mais de 150 anos, como presente para o governador de Santa Helena. Desde então, passou a maior parte da vida sozinho e sem nenhuma companheira para dividir as amarguras de viver durante tanto tempo e em um lugar tão remoto. Aos 80 anos, ou seja, há mais de um século, Jonathan começou a apresentar um comportamento mais agressivo.

A tartaruga passou a se bater nas árvores e interromper partidas de críquetes. Demorou mais algumas décadas até que, enfim, arranjassem uma companheira para Jonathan: em 1991, ele recebeu a companhia de Frederica, com quem ele passou a copular todos os domingos! Curiosamente, nesses 26 anos de relacionamento, nenhum filhotinho sequer surgiu dessa união.

JonathanCom 186 anos, Jonathan é a tartaruga mais velha do mundo

Recentemente, Frederica fraturou o casco e foi enviada ao veterinário, que fez uma chocante descoberta: Frederica na verdade é Frederico! É isso mesmo! Ambos os machos mantiveram uma relação homossexual durante quase três décadas. E o que é mais bizarro é o fato de que a homossexualidade é proibida na ilha de Santa Helena – será que o casalzinho será banido de lá?

A saúde de Jonathan tem estado debilitada nas últimas décadas: atualmente, ele apresenta catarata nos olhos e perdeu o sentido do olfato. Mesmo assim, isso não diminui o impulso sexual, marcando presença semanal. Frederico nunca negou a cópula, ainda mais com um ser tão ilustre quanto Jonathan, que já posou com diversos monarcas e até mesmo com presos durante a Guerra dos Bôeres.

tartarugaJonathan por volta de 1900 ao lado de um prisioneiro de guerra