Cientistas afirmam que cometa causou Era do Gelo há 12 mil anos
145
Compartilhamentos

Cientistas afirmam que cometa causou Era do Gelo há 12 mil anos

Último Vídeo

Cientistas encontraram evidências que indicam que pedaços de um gigante cometa colidiram com a Terra aproximadamente 12,8 mil anos atrás, deixando diversas áreas do nosso planeta em chamas, causando uma nova Era de Gelo e levando muitas espécies à extinção.

A teoria não é nova: cientistas já haviam imaginado esse cenário, mas só agora encontraram evidências que o suportam. O mais curioso é que o evento ocorreu logo após outra Era de Gelo, ou seja, foi uma seguida de outra.

1

Impacto pelo mundo

Dois estudos publicados no The Journal of Geology – “A Revista de Geologia”, em tradução livre, publicação dos Estados Unidos que divulga pesquisas sobre o tema desde 1893 – descrevem que amostras tiradas do gelo e de sedimentos respaldam a mudança climática impulsionada pelo impacto, um período conhecido como “Dryas recente”.

De acordo com os pesquisadores, análises das amostras, formadas na época dos impactos e retiradas de dezenas de lugares ao redor do mundo, sugerem que os gigantescos incêndios que se formaram acabaram criando uma nuvem no céu que bloqueou o Sol, levando a uma era de gelo que durou aproximadamente mil anos.

A teoria indica que o responsável foi um grande cometa fragmentado e os pedaços, que impactaram a Terra causando o desastre.  Uma variedade de “assinaturas químicas” – dióxido de carbono, nitrato, amônia, entre outros – indica que nada menos que 10% da área terrestre do planeta foi consumida pelo fogo.

2

Grande poder destrutivo

Essa teoria também pode resolver um mistério: a extinção em massa de alguns mamíferos que viviam na América do Norte, incluindo tigres-dente-de-sabre, mamutes, preguiças-gigantes e mastodontes, ocorrida há 11 mil anos.

Segundo os cientistas, o cometa tinha originalmente 100 km de diâmetro e o que sobrou ainda está orbitando o Sistema Solar. Além disso, os cálculos sugerem que o impacto teria afetado seriamente a camada de ozônio, potencializando o risco de câncer de pele e outros efeitos negativos para a saúde.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.