Você pode não acreditar, mas isto foi “escarrado” por um homem!
227
Compartilhamentos

Você pode não acreditar, mas isto foi “escarrado” por um homem!

Último Vídeo

Sem saber de antemão que a estrutura vermelha da imagem saiu do corpo de um ser humano, qualquer um poderia confundi-la com uma pequena escultura, uma obra de arte estranha, uma criatura marinha e até um fragmento de recife de coral. No entanto, se trata de algo que foi “escarrado” por um homem durante um acesso de tosse — e não, não é um pedaço de seu pulmão!

Raridade médica

A imagem foi compartilhada recentemente por médicos da Universidade da Califórnia, em São Francisco, e ela mostra um impressionante e raríssimo coágulo que se formou no organismo de um paciente. E, apesar de parecer mesmo que o homem tossiu uma parte do próprio corpo, se trata apenas de sangue que se coagulou em seu pulmão e, para a surpresa dos especialistas, foi expelido sem se romper e mantendo a forma da árvore bronquial direita.

Coágulo de sangue(The New England Journal of Medicine/Georg Wieselthaler)

O paciente não teve a identidade divulgada, mas tinha 36 anos e foi admitido na UTI do hospital universitário com um quadro gravíssimo de falência cardíaca. Os especialistas explicaram que o indivíduo, assim que deu entrada, foi conectado a uma máquina para ajudar seu coração — bastante deteriorado — a bombear o sangue pelo corpo, e deve ser a partir daí que o coágulo começou a se formar.

Segundo os cirurgiões, embora essas máquinas realmente ajudem a salvar vidas, elas podem desencadear a formação de coágulos. Tanto que os pacientes que são conectados aos equipamentos devem receber doses de anticoagulantes para evitar o problema. Só que esses medicamentos também podem ser problemáticos, uma vez que, se os doentes desenvolverem fissuras em capilares ou veias e rolarem perdas de sangue, as coisas podem se complicar bastante, já que os anticoagulantes previnem que o organismo “vede” as áreas feridas.

Como pode?

O que os médicos que se depararam com a estrutura acima acreditam é que o paciente desenvolveu algum sangramento, e que o sangue acabou se acumulando — e eventualmente — coagulando na porção inferior de seu pulmão direito, na árvore branquial.

A equipe suspeita que por causa da gravidade do quadro cardíaco e do problema desenvolvido no pulmão, o homem acabou tendo uma concentração mais elevada que o normal de fibrinogênio no sangue, uma proteína presente no plasma e que tem importante papel na coagulação.  Antes de “escarrar” o negócio ali da imagem, o homem expeliu uma porção de coagulozinhos pequenos. Então, o sujeito deu um tossidão profundo e mais intenso e... Arght! O coagulão saiu.

Árvore bronquialAs árvores bronquiais são essas ramificações na parte inferior da imagem (Wikimedia Commons/Henry Vandyke Carter - Henry Gray)

Conforme mencionamos no início da matéria, o que os médicos não conseguem explicar é como, durante a turbulenta “viagem” do pulmão até o exterior, o coágulo não se despedaçou.  Segundo os especialistas, é muito, muito raro se deparar com uma curiosidade médica dessas, mas não é a primeira vez que acontece, não.

Existem registros na literatura médica de casos parecidos, sendo um deles de 1926, de uma mulher de 34 anos diagnosticada com uma infecção nas vias respiratórias e que também expeliu um “molde” desses. Mas, em vez de ter sido formado por sangue coagulado, o negócio consistia em células mortas e uma membrana que se criou por conta da doença e manteve a forma da traqueia, dos dois brônquios e inclusive alguns bronquíolos!

Mais recentemente, em 2005, uma gestante de 25 anos desenvolveu um distúrbio que afetava sua habilidade de coagulação — e ela também tossiu uma árvore branquial, só que menor do que a do paciente de agora (que mediu mais de 15 centímetros!). E você ficou curioso em saber o que aconteceu com essa galera? A mulher da década de 20 acabou falecendo por conta da infecção, enquanto que a grávida recebeu tratamento e tudo acabou se normalizando. E o homem do escarro? Não teve muito jeito, infelizmente, e ele morreu cerca de uma semana depois de se livrar do coágulo.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.