Capital do Irã está afundando — e cientistas temem que nada possa ser feito
10
Compartilhamentos

Capital do Irã está afundando — e cientistas temem que nada possa ser feito

Último Vídeo

Teerã, a capital do Irã, é a principal e maior cidade do país, com uma população de mais de 8,8 milhões de habitantes — sem contar as pessoas que vivem na região metropolitana.  Com uma área de pouco mais de 700 km2, a localidade concentra boa parte da indústria nacional, como a têxtil e de armamentos, além de abrigar uma porção de importantes museus, palácios e centros culturais. No entanto, tudo isso pode estar em perigo, pois Teerã está afundando.

Pesquisadores de um centro de pesquisas de geociências da Alemanha, o GFZ, em Postdam, publicaram um relatório no qual determinaram que a cidade está cedendo a um ritmo de 25 centímetros ao ano, e a situação é tão séria, que é pouco provável que o quadro possa ser revertido.

Tenso...

Segundo os cientistas, Teerã está passando por um processo geológico chamado subsidência — que consiste em um afundamento progressivo e vertical da superfície terrestre que pode ser provocado pela movimentação de placas tectônicas ou, ainda, pela intervenção humana. Nesse caso, atividades como a extração de gás natural ou água de depósitos e aquíferos situados sob a superfície costumam ser a causa do problema — e, em Teerã, o “culpado” é a drenagem de águas subterrâneas para o abastecimento da cidade e uso na agricultura.

Mapeamento(Phys Org)

Os pesquisadores realizaram levantamentos baseados em uma tecnologia de radar de alta precisão conhecida como InSAR — sigla de interferometric synthetic aperture radar ou radar interferométrico de abertura sintética —, e determinaram que algumas áreas de Teerã estão afundando mais do que outras, com os índices mais preocupantes batendo os 25 cm que mencionamos.

De acordo com o levantamento, os aquíferos de Teerã estão secando, e o problema é que, ainda que a região apresente chuvas periódicas, parece que elas não vêm sendo suficientes para recuperar os depósitos subterrâneos. Para piorar, a rocha que se encontra debaixo do solo vem perdendo a sua porosidade devido ao afundamento, complicando ainda mais o quadro, e uma consequência esperada para os próximos anos são enchentes devastadoras provocadas pelo acúmulo de água na superfície.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.