Sabia que os jacarés comem pedras para poderem ficar mais tempo sob a água?

Sabia que os jacarés comem pedras para poderem ficar mais tempo sob a água?

Último Vídeo

Sabe os cintos de lastro que os mergulhadores usam para ajudá-los a neutralizar a flutuabilidade e permanecer debaixo d’água? Pois um novo estudo apontou que os jacarés provavelmente improvisam seus próprios equipamentos de mergulho engolindo pedras para tornar seus corpos mais pesados. Um tanto quanto indigesto, mas engenhoso, né?

Improvisação inteligente

De acordo com Jake Buehler, do site Science Magazine, existem vários animais na natureza que ingerem pedras para auxiliar no processo de digestão, como é o caso das aves, das morsas e dos leões-marinhos, por exemplo, e os pesquisadores achavam que com os jacarés se tratava da mesma situação. Afinal, quando essas criaturas devoram as suas presas, elas engolem de tudo, e não deve ser nada fácil digerir coisas como ossos, cartilagens, dentes etc.

Entretanto, uma característica entre os jacarés – assim como nos crocodilos, aligátores e companhia – é que eles passam boa parte de suas vidas na água, seja para ficar à espreita visando capturar outros animais ou para minimizar o risco de caírem vítimas de possíveis predadores. Assim, uma nova pesquisa propõe que as pedras que esses répteis engolem teriam outra utilidade além de auxiliar na digestão: permitir que eles fiquem submersos por mais tempo e maximizem seu tempo na água.

(Reprodução/Wikimedia Commons/Gareth Rasberry)

Segundo Jake, os cientistas envolvidos no estudo realizaram experimentos com sete jacarés-americanos (Alligator mississippiensis) em laboratório, nos quais mediram quanto tempo os animais permaneciam debaixo d’água antes e depois de engolirem pedras. As porções correspondiam a cerca de 2,5% do peso das criaturas, e nenhuma foi forçada a tragar os pedregulhos.

Apesar de o peso das pedras não parecer grande coisa, os pesquisadores observaram cada jacaré durante 21 mergulhos antes de engolirem as pedras, e outros 21 depois. A partir disso, descobriram que, após a ingestão dos pedregulhos, o tempo em que os répteis permaneciam submersos aumentava, em média, em 88% e podia chegar a até 35 minutos a mais do que quando mergulhavam sem o lastro improvisado.

Existem outros animais na natureza que também ingerem pedras com o objetivo de permanecer por mais tempo sob a água; é o caso das baleias, por exemplo. Mas, embora houvesse a suspeita de que os jacarés – e demais répteis da ordem Crocodilia, na verdade – apresentassem o mesmo comportamento, ele ainda não tinha sido estudado.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.