Usinas reversíveis podem ser diferencial na utilização de energia renovável
43
Compartilhamentos

Usinas reversíveis podem ser diferencial na utilização de energia renovável

Último Vídeo

A obtenção de energia elétrica através de fontes renováveis é algo que se mostra cada vez mais necessário. O exemplo mais comum são as usinas hidrelétricas, responsáveis por pouco mais de 15% da energia mundial. O problema dessa solução é seu alto custo de implantação, aliado quase sempre a um grande impacto ambiental na região de formação do reservatório.

As duas principais opções, geração eólica e solar, têm se mostrado cada mais mais viáveis economicamente, mas ainda esbarram no problema de armazenamento. Embora as tecnologias estejam mais eficientes, de nada adianta se não existir eletricidade disponível durante a noite ou em dias com pouco vento.

Baterias naturais

A solução mais simples seria através da utilização de grandes baterias, que armazenariam a energia elétrica produzida em períodos de pouca demanda para que o fornecimento se mantivesse constante ao longo do dia. Mesmo assim, os custos envolvidos em uma operação como essa ainda não tornam a opção viável em grande escala.

Uma possível solução, analisada em um artigo pelo professor Andrew Blakers da Universidade Nacional da Austrália (ANU), seria a utilização de usinas hidrelétricas reversíveis. Nelas, a energia elétrica produzida em períodos de menor solicitação da rede seria utilizada para bombear água de um reservatório para outro, que estaria em um nível maior.

Reprodução/Canales et al., 2015.

Assim, durante períodos de pico, a usina funcionaria como uma hidrelétrica comum, e em momentos de baixa demanda a água seria transferida novamente para o reservatório superior, aguardando a nova onda de consumo. Segundo Blakers, essa solução ainda se mostrou de 5 a 6 vezes mais barata, quando comparada ao uso de baterias em longo prazo.

O pesquisador também confirma que o método não é tão eficiente quanto o armazenamento em baterias, mas o baixo custo de implantação tornaria o custo final muito semelhante.

Água por todo lado

Em sua pesquisa, Blakers analisou, através de informações obtidas por satélites, locais no mundo todo com potencial para a instalação de usinas hidrelétricas reversíveis. Cada ponto em amarelo no mapa seria capaz de produzir no mínimo 2 gigawatt-hora, energia elétrica suficiente para abastecer uma cidade pequena em uma noite sem vento.

Reprodução/Matthew Stocks and ANU colleagues

No total, considerando os 500 mil locais com condições de implantação, a capacidade instalada possível seria de 22 milhões de gigawatt-hora, mas “apenas uma fração disso seria necessária para manter um sistema global de energia sustentável”, declarou o Dr. Matthew Stocks, autor principal do estudo.

Entre a avaliação da possibilidade e a implantação real da solução existe um longo caminho, porém o estudo dessa solução talvez seja o início de uma vida sustentável no planeta.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.