Cientistas criam sistema que pode ajudar a prever terremotos

Cientistas criam sistema que pode ajudar a prever terremotos

Último Vídeo

Em estudo divulgado pelo Laboratório Nacional Los Alamos, do Departamento de Energia situado no Novo México, os especialistas apresentaram a análise de dados da Rede Sísmica do Sul da Califórnia que detectou, durante um certo período, diversos terremotos menores. Com esse banco de dados os estudiosos esperam compreender o comportamento de eventos até hoje tidos como difíceis de prever e conseguir criar sistemas mais eficientes de alerta para regiões impactadas por estes desastres naturais.

Fonte: Pixabay

Segundo Daniel Trugman, pós-doutorando e membro da equipe do Laboratório, é muito difícil entender o que desencadeia um terremoto de grande proporção porque ele é pouco frequente, mas reunir o maior número possível de informações pode auxiliar na correção dos sistemas de alerta atuais. O mapa criado pela equipe ficou conhecido como Quake Template Matching (QTM).

Novas informações sobre os mecanismos de acionamento de terremotos publicados em artigo da revista Science e um estudo da Geophyiscal Research Letters apresentam ainda mais subsídios para esta pesquisa.

A análise completa conseguiu reunir estudos do comportamento de 1,81 milhão de terremotos, um número 10 vezes maior do que o identificado em métodos convencionais. A equipe de Trugman entende que ainda existe uma grande lacuna para que o sistema possa ajudar na previsão de um terremoto, mas entende que, assim como a sua equipe e um grupo de cientistas japoneses que têm dedicado suas vidas para esse tipo de estudo, essa análise aprofundada pode representar um novo patamar em relação ao atual estudo sísmico e às possibilidades de mudanças dentro do campo magnético da Terra.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.