Peste Negra: 2 pessoas foram diagnosticadas com a doença na China

Peste Negra: 2 pessoas foram diagnosticadas com a doença na China

Último Vídeo

Duas pessoas foram diagnosticadas com peste pneumônica nesta terça-feira (12) na China, causando um alerta sobre uma possível propagação da doença, que é altamente infecciosa e fatal. Esta informação acabou levando o governo chinês a alertar os cidadãos para que tomem precauções para se protegerem.

As autoridades de Pequim, capital chinesa, informaram que as duas pessoas que foram diagnosticadas vieram do interior da Mongólia, que é uma região escassamente povoada no norte da China. Os pacientes procuraram tratamento na terça-feira em um hospital situado no distrito de Chaoyang, em Pequim. Lá foram diagnosticados com a peste pneumônica, de acordo com os relatórios oficiais do governo.

O fato, no entanto, gerou um estado de alerta na população, e a polícia colocou em quarentena a sala de emergência do hospital. Porém, o medo se espalhou pela China devido a um possível surto da doença no país, e foi responsável pela morte de dezenas de pessoas na Europa na época da Idade Média, mas se espalhou em seguida para África e Ásia.

Diagnóstico da Peste Negra alerta a China

(Fonte: Kevin Frayer/Reprodução)

A peste pneumônica, uma espécie de evolução da Peste Negra, é um dos três tipos de doenças do tipo infecciosas conhecidas como peste. Elas são causadas pela mesma bactéria, Yersinia pestis, e pacientes que são diagnosticados com peste pneumônica sofrem de febre alta e falta de ar.

Segundo especialistas, há casos em que os pacientes chegam a contrair primeiro a doença mais intimamente relacionada, que é a peste bubônica, também conhecida como Peste Negra, que assolou o continente europeu no século XIV e matou entre 30% e 60% de toda a população.

Segundo a comissão de saúde da China, seis pessoas morreram devido a casos de peste desde 2014 no país. O caso mais recente foi registrado no início deste ano, quando um casal morreu após comer certa quantidade de comida crua, provocando uma quarentena de seis dias na Mongólia.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), se não tratada, a peste pneumônica é sempre fatal. Porém, as taxas de recuperação são altas se a doença for detectada e tratada com antibióticos num prazo de 24 horas após o início dos sintomas.

As autoridades alertaram a população para evitar que viagem para áreas infectadas e entrar em contato com roedores, ou comidas cruas, que possam estar contaminadas. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.