Biodiversidade: 71 novas espécies foram registradas em 2019

Biodiversidade: 71 novas espécies foram registradas em 2019

Último Vídeo

Depois de tanto tempo lendo apenas notícias tristes de extinção de diversas espécies, eis que a boa nova vem direto dos Estados Unidos. Segundo divulgação da Academia de Ciências da Califórnia, dezessete peixes, quinze lagartixas, oito plantas com flores, seis lesmas do mar, cinco aracnídeos, quatro enguias, três formigas, três escíncidos, duas raias, duas vespas, dois musgos, dois corais e dois lagartos passam a integrar o catálogo de biodiversidade no nosso planeta; provando para a classe científica que ainda existem muitos lugares inexplorados nos diversos continentes.

Shannon Bennett (Fonte: Academia de Ciências da Califórnia/Reprodução)

Segundo Shannon Bennett, Chefe de Ciências da Academia, a descoberta mantém uma teoria de que algo em torno dos 90% das diferentes espécies de animais e plantas ainda não sejam conhecidas. A especialista afirma ainda que, mesmo em meio a diversas crises climáticas, a rica biodiversidade vem acompanhando essas mudanças nos últimos anos e provando a sua majestade.

Lagarto da espécie Cordylus phonolithos (Fonte: Reprodução Revista Galileu/Foto: © 2019 Ishan Agarwal/Divulgação)

Dentre os novos répteis, o lagarto de Angola, ou Cordylus phonolithos, integra a lista de espécies que provavelmente serão encontradas apenas em restritas faixas geográficas: “Cada espécie recém-descoberta serve como um lembrete importante do papel crítico que desempenhamos na melhor compreensão e preservação desses preciosos ecossistemas”, completa Shannon.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.