Antártica ganha nova base sustentável de pesquisa brasileira

Antártica ganha nova base sustentável de pesquisa brasileira

Último Vídeo

Uma nova base de pesquisa brasileira foi inaugurada na Antártica nesta terça-feira (14). O centro de estudos, nomeado Estação Antártica Comandante Ferraz, foi arquitetado pelo escritório Estúdio 41 e reúne, além dos costumeiros alojamentos, laboratórios de pesquisa e suporte operacional aos cientistas e estudiosos presentes no local.

O investimento de cerca de US$ 100 milhões efetivado pelo governo brasileiro incluiu a construção dos dois prédios e a aquisição de equipamentos de última geração, fabricados anteriormente na China. A lotação máxima das bases de pesquisa é de até 64 pessoas em uma área de aproximadamente 4.500 m².

Além disso, o prédio apresenta várias medidas de segurança para que acidentes sejam evitados, como aquele ocorrido na antiga instalação que foi destruída por um incêndio no ano de 2012. Por este motivo, foram acrescidas portas corta-fogo, sensores de fumaça e alarmes de incêndio.

(Fonte: Juscelino Dourado/Reprodução)
(Fonte: Juscelino Dourado/Reprodução)

A Estação Antártica

A Estação Antártica Comandante Ferraz engloba 18 tipos de pesquisas diferentes, abrangendo temas como as mudanças climáticas, a camada de ozônio, além da produção de medicamentos, em áreas de ensino como a oceanografia, a glaciologia e a meteorologia.

Uma outra novidade para o prédio é a sustentabilidade e a autossuficiência, nesta situação um dos arquitetos responsáveis pelo projeto, Emerson Vidigal afirmou que eles optaram pela “produção da sua própria energia, tratamento de água de consumo e também de esgoto”.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.