Especialista em impressão 3D faz máscara realista do próprio rosto

Especialista em impressão 3D faz máscara realista do próprio rosto

Último Vídeo

Um entusiasta da impressão em 3D publicou imagens em seu perfil de Twitter de uma réplica de seu próprio rosto, perfeita até os mínimos detalhes. O usuário Lalarstein (@silver_eel) revelou que utilizou um scanner 3D Super Scan Studio Face Rig e uma impressora Stratasys J750 3D para fazer a máscara.

(Fonte: Odditycentral/Reprodução)(Fonte: Odditycentral/Reprodução)

A riqueza de detalhes é realmente impressionante, desde os pelos prateados da barba até a textura da pele. Se você não soubesse melhor, não perceberia que isso era uma máscara. Também é prático e cabe bem na sua bolsa.

Lalastein disse que queria usar máscaras para videoconferências e conferências on-line, permitindo fechar os olhos sem ofender ninguém. Em uma época em que trabalhar em casa é tão popular, a réplica teve um sucesso imediato.

(Fonte: Odditycentral/Reprodução)(Fonte: Odditycentral/Reprodução)

A mídia social japonesa ficou admirada com a máscara realista. O feito também fez sucesso nas redes sociais, onde a maioria das pessoas elogiou o trabalho, enquanto algumas perguntaram se a máscara funciona com o bloqueio de reconhecimento facial nos telefones da Apple e Android.

Mas nem tudo é perfeito. Aparentemente, o criador testou a réplica de sua face em alguns modelos de iPhone, e não conseguiu enganar o software do aparelho. O design da réplica é tão idêntico ao rosto original que é impossível respirar ou ver ao usar a máscara.

(Fonte: Odditycentral/Reprodução)(Fonte: Odditycentral/Reprodução)


Lalarstein é um especialista em digitalização em 3D profissional e costuma aparecer nos bastidores de filmes japoneses. Ele participa do projeto do Arquivo Digital do Patrimônio Cultural que digitaliza objetos históricos das nações do sudoeste asiático.

Outras máscaras 3D

Curiosamente, essa não é a primeira máscara facial ultrarrealista impressa em 3D feita no Japão. Em 2011, a startup REAL-f ganhou atenção mundial por criar máscaras faciais realistas e vendê-las por cerca de US$ 4 mil por peça. Mas isso foi há quase uma década, e agora a tecnologia de impressão 3D se tornou muito mais acessível.

Outra máscara foi feita em 2018 por um repórter da Forbes na tentativa de enganar os sistemas de reconhecimento facial de celulares Android e iPhone X. A réplica foi criada em um estúdio com 50 câmeras para fazer uma foto única em 3D. O processo custo 300 libras esterlinas e levou alguns dias. A tentativa deu certo em quatro celulares Android, mas não foi capaz de burlar o sistema do iPhone.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.