Pombo 'espião' paquistanês é preso por polícia indiana

Pombo 'espião' paquistanês é preso por polícia indiana

Último Vídeo

No último dia 24 de maio, a polícia local de Manyari, Índia, recebeu um suposto pombo espião capturado com um anel codificador em sua pata e tinta rosa em suas penas. O local onde a ave foi "presa" fica na fronteira com a Caxemira, terreno atualmente em disputa entre Índia e Paquistão.

"Embora as aves não tenham fronteiras e muitas voem através dos limites internacionais durante a migração, um anel codificado no corpo do pombo capturado é motivo de preocupação, pois as aves migratórias obviamente não têm essas coisas", conta uma fonte policial para o Times of India.

Entretanto, um morador paquistanês afirmou que era o dono do animal, explicando que o código no anel era seu número de telefone para que pudessem entrar em contato caso algo acontecesse com o pombo. Habib Ullah vive na vila de Bagga-Shakargarh, a quatro quilômetros da Caxemira, e o animal teria sido solto em comemoração ao Eid al-Fitr, uma celebração muçulmana que marca o fim do Ramadã.

Pombos espiões: parte 2

Em 2016, um caso similar ocorreu no estado de Punjab, também na índia: um pombo espião foi interceptado enquanto passava pela fronteira com o Paquistão. Nele, foi encontrado um papel com uma ameaça ao primeiro-ministro indiano. 

Em 2015, outro animal portava uma mensagem carimbada, sendo capturado na vila de Manwal, a quatro quilômetros do ponto de conflito.

Suposto dono de pombo espião o libertou para comemoração muçulmana. (Fonte: ANI News / Reprodução)Suposto dono de pombo espião o libertou para comemoração muçulmana. (Fonte: ANI News / Reprodução)

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.