Oceano oculto na Antártida pode contribuir para o derretimento do gelo

Oceano oculto na Antártida pode contribuir para o derretimento do gelo

Último Vídeo

Existe uma plataforma de gelo, na Antártida, conhecida como Ross, que é a maior placa flutuante de gelo da Terra. Ela possui 480 mil quilômetros quadrados em sua extensão. Por meio da ilha de Ross, há uma cavidade oculta oculta que se estende por até 700 quilômetros ao sul da costa da Antártida e permanece praticamente inexplorada. Nela, um oceano se forma com suas marés altas e baixas. 

(Leamus/Getty Images Plus)(Leamus/Getty Images Plus)

Um estudo recente tem observado o quanto as correntes oceânicas contribuem para o derretimento das geleiras. Talvez isso contribua para uma das maiores incertezas dos pesquisadores com relação às previsões de modelos climáticos na atualidade, já que um oceano pode aquecer cada vez mais as cavidades glaciais. 

Por enquanto, existem poucos dados referentes sobre como a água do oceano se mistura com o gelo e como isso o afeta diretamente. Durante muito tempo, essas questões não foram levadas em consideração, mas parece que nos últimos anos mudanças têm surgido no que tange esse tipo de estudo.

Pesquisas por dentro do gelo

Na década de 1970, outros pesquisadores se debruçaram em conhecer a cavidade oceânica sob a plataforma de gelo central de Ross. Nessa época, descobriu-se, mesmo com a tecnologia limitada da época, que haviam camadas finas de massas de água, com temperaturas e salinidades sutilmente diferentes entre elas.

(Fonte: Ocean Wide Expeditions)(Fonte: Ocean Wide Expeditions)

Há três anos, um jato de água quente perfurou 350 metros de gelo para que o oceano oculto pudesse ser estudado. Os pesquisadores conseguiram realizar medições importantes e detalhadas na água, além de conseguir deixar aparelhos que fossem capazes de realizar um monitoramento das correntes das ondas e também de sua temperatura.

Com os dados em mãos, os especialistas descobriram que o oceano oculto possui uma temperatura de 2 °C. De alguma forma, o gelo acabou isolando os ventos furiosos e a temperatura congelante da Antártida, fazendo com que a água não fosse afetada.

De alguma forma, as pesquisas se mostram muito importantes para as relações climáticas do mundo, já que o derretimento das geleiras pode causar um aumento significativo no nível do mar. A ilha de Ross não é a única ameaçada com o aquecimento de seu oceano oculto, mas por conta de seu tamanho, a maior delas, é uma das mais preocupantes quando se pensa na cadeia oceânica existente.

Pode ser que leve muito tempo, pode ser que ocorra daqui há alguns anos. É importante ficar de olho nesses oceanos ocultos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.