'Cachoeiras invertidas' impressionam moradores na Austrália

'Cachoeiras invertidas' impressionam moradores na Austrália

Último Vídeo

O sudeste da Austrália tem presenciado um fenômeno natural impressionante durante as últimas semanas: as 'cachoeiras reversas'. Em uma imagem aérea fornecida pelo canal de televisão local 7NEWS Sydney, é possível ver uma das cachoeiras da região fluindo para cima ao invés do tradicional movimento de queda da água. 

Durante o movimento que desafia as leis da gravidade, a queda d'água se curva pelo céu e começa a molhar o pedaço de terra ao seu redor. E para deixar o vídeo ainda mais marcante, um lindo arco-íris se forma em meio a cena caótica.

Cientistas dão explicação meteorológica para cachoeira reversa

O estranho movimento das cachoeiras australianas não é um sinal do apocalipse, é o que apontam os especialistas locais. De acordo com a equipe meteorológica do canal 7NEWS, a cidade de Sydney e a região costeira têm sido alvo de chuvas pesadas, ventos fortes e ondas altíssimas.

No Royal National Park, próximo a capital do estado de Nova Gales do Sul, os pesquisadores registraram rajadas de vento de mais de 70 km/h. Os imponentes ventos costeiros foram suficientes para que as quedas d'água fluíssem em direção contrária, resultando nas incríveis imagens registradas pela televisão australiana.

Temporal causa preocupação na Austrália

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

As condições climáticas que geraram o fenômeno natural fizeram com que o poder público australiano entrasse em estado de alerta nas primeiras semanas de agosto. Segundo a imprensa local, centenas de moradores de Nova Gales do Sul tiveram que ser evacuados de suas casas durante os três dias mais críticos da tempestade.

O temporal causou a inundação de diversos rios na região e deixou vários domicílios sem energia. O rio Shoalhaven, próximo a Nowra, atingiu 4,13 metros de altura — um recorde desde 1991. Os dados do Serviço de Emergência do Estado (SES) também registraram ondas de 5 metros na costa de Sydney.

O SES recebeu cerca de 3,1 mil telefonemas ao redor do estado desde a última sexta-feira (7). Foram precisos 800 voluntários para atender mais de 1,9 mil ocorrências, incluindo 41 resgates. Felizmente, não houve vítimas.

Porém, com a chuva finalmente cessando nos últimos dias, os moradores de Nova Gales do Sul puderam retornar para suas respectivas moradias. O lado negativo é que as cachoeiras locais voltaram aos seus padrões normais de comportamento e não devem mais se direcionar ao céu por um bom tempo.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.