Cosmonauta fotografa o lançamento da Soyuz de dentro da ISS

Cosmonauta fotografa o lançamento da Soyuz de dentro da ISS

Último Vídeo

O cosmonauta russo Ivan Vagner, responsável por operar o laboratório orbital desde abril de 2020 juntamente a mais dois colegas, compartilhou, em suas redes sociais, incríveis momentos da decolagem do foguete Soyuz rumo à Estação Espacial Internacional. As imagens foram postadas na última quarta-feira, dia 14 de outubro, e contaram com a ajuda do sistema inteligente de cronometragem e previsibilidade da NASA.

Vagner e seus companheiros de trabalho receberam, na última quarta-feira, três novos integrantes para a Estação Espacial Internacional, com a chegada de dois cosmonautas e um astronauta que estavam a bordo da nave russa. O momento foi de bastante emoção não apenas pelo registro em fotos, mas também pelo alcance recorde do foguete, que atingiu seu destino cerca de 3 horas e 3 minutos após o lançamento do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

https://twitter.com/ivan_mks63/status/1316260272546418689

“Tripulação ‘Favor’, parabéns pelo bem-sucedido lançamento! O voo visto do espaço parece mais legal do que da Terra! Estamos prontos para dar boas-vindas à Soyuz em apenas 2,5 horas!”

As fotos foram registradas graças ao cuidado e ao planejamento que a equipe da NASA tem com seus lançamentos, conseguindo estipular as previsões de chegada e tempo de órbita. Dessa forma, Ivan Vagner foi capaz de observar várias etapas da viagem do foguete enquanto navegava pela órbita terrestre, e o resultado é simplesmente fenomenal e único.

Viagem recorde da nave Soyuz

De forma inédita, a trajetória de uma nave enviada para a Estação Espacial Internacional foi realizada com apenas duas órbitas no planeta Terra, ao invés das quatro ou mais que são feitas durante o voo da nave Soyuz, geralmente alcançando seu destino em aproximadamente 6 horas após o lançamento. Com metade desse tempo de viagem, a partida do foguete configurou um evento importante para os técnicos espaciais, representando uma importante otimização de tempo e tecnologias para futuras missões e envios.

Com a chegada do foguete, os cosmonautas russos Serguei Kud-Sverchkov e Serguei Ryzhikov e a astronauta norte-americana Kathleen Rubins se uniram a Chris Cassidy, Ivan Vagner e Anatoly Ivanishin nas operações da estação. Os três novos membros, então, irão iniciar uma estadia de seis meses no local, enquanto o trio de veteranos se despede do espaço em 21 de outubro, retornando à Terra.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.