Como funciona a internet Wi-Fi nos aviões?

O modo "avião" dos celulares é o indicador de algo que costuma acontecer na maioria das vezes que entramos em um voo: o celular fica totalmente desconectado da internet e do mundo exterior até aterrissar no destino várias horas depois.

É claro que, de alguns anos para cá, algumas companhias aéreas passaram a oferecer serviços de Wi-Fi a bordo, mas isso geralmente tem um custo extra (meio caro, diga-se de passagem) e abre espaço para uma pergunta importante: como a internet funciona lá em cima? 

As duas formas de ter Wi-Fi no avião

Em resumo, existem duas maneiras de levar o sinal de internet até os milhares de metros de altitude (onde os aviões voam): por meio de torres de celular no chão ou via satélite. 

A primeira tecnologia é utilizada por algumas companhias estrangeiras aéreas e funciona mais ou menos como um celular normal, só que na direção oposta. Isso porque os aviões que a usam têm antenas na parte de baixo da fuselagem. As antenas captam o sinal das torres de celular, roteiam para os passageiros e pronto: temos Wi-Fi no avião. 

Mas e quando o avião está sobrevoando lugares onde não há torres no chão, como em voos transatlânticos? Aí as companhias aéreas utilizam satélites. Aliás, quem mora em cidades mais interioranas talvez já conheça as operadoras de internet via satélite. Então é desse jeito que funciona esse tipo de Wi-Fi no avião, mas em vez de uma antena no telhado da sua casa é uma antena na fuselagem da aeronave que capta o sinal e transmite aos passageiros.

Imagem: The Verge/ReproduçãoImagem: The Verge/Reprodução

O Wi-Fi no avião em companhias brasileiras

A tecnologia de Wi-Fi no avião via satélite é a utilizada pelas companhias brasileiras. A Gol começou com o serviço em 2016, junto da Avianca Brasil — mas essa não existe mais, né. A Latam começou a oferecer esse serviço em 2018, e a Azul foi a última a "embarcar nesse voo tecnológico", agora em 2021 — em compensação, é a única que oferece Wi-Fi de graça.

Vale observar que não são todas as aeronaves dessas companhias que têm internet a bordo, então talvez não seja uma boa ideia marcar uma chamada de vídeo bem na hora do seu voo. Até porque os pacotes mais baratos têm velocidade de internet limitada, que não é a ideal para vídeo, mas sim apenas para navegar e receber mensagens. 

Esses detalhes de pacotes e preços você pode consultar nos sites das companhias. O nosso negócio é postar curiosidades para você ler no Wi-Fi de casa ou do avião. Falando nisso, confira esta página só com curiosidades sobre aviões e aeronaves.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.