Seja o primeiro a compartilhar

6 vazamentos de dados sigilosos que marcaram época

Ao longo da história, os casos de vazamentos de informações e dados sigilosos levaram a descobertas espantosas, que, por sua vez, resultaram em escândalos, prisões, além de consequências políticas. O que não falta é "X-9" famoso.

Alías, o termo "X-9" é conhecido na cultura popular para designar traidores responsáveis por delatar alguém ou algo, incluindo o vazamento de dados ou informações. Quer conhecer alguns casos famosos de X-9 e seus vazamentos de dados? Então acompanhe nossa lista.

1. Escândalo de Watergate

(Fonte: O Globo)(Fonte: O Globo)

O escândalo Watergate é um dos mais famosos, tema de muitos filmes e documentários. Cinco homens foram presos ao tentar invadir o comitê do Partido Democrata americano, em junho de 1972.

Graças ao trabalho de dois jovens jornalistas do The Washington Post, Bob Woodward e Carl Bernstein, foi possível estabelecer as ligações entre a Casa Branca e a invasão. O esquema, que envolvia a implantação de escutas ilegais, levou à renúncia de Richard Nixon da presidência, em agosto de 1974.

2. Caso Plame

(Fonte: Ferlap)(Fonte: Ferlap)

Valerie Plame é, hoje, uma ex-espiã da CIA, agência de inteligência dos Estados Unidos. Em julho de 2003, teve seu nome publicado em artigo pelo The Washington Post após seu marido, o ex-embaixador Joseph Wilson, acusar a Casa Branca de utilizar falsos argumentos para justificar a Guerra do Iraque.

Um vazamento dessa espécie é considerado um crime de alta traição. As investigações mostraram que Lewis Libby, chefe de gabinete do vice-presidente, havia vazado a identidade da espiã como retaliação da administração Bush contra um artigo publicado por seu marido criticando as investigações contra Saddam Hussein.

3. WikiLeaks

(Fonte: IstoÉ)(Fonte: IstoÉ)

Lançado em 2006, o site WikiLeaks surgiu para disseminar documentos originais obtidos por fontes anônimas ou de funcionários de empresas ou governos. Fundado por Julian Assange, o site começou a vazar lentamente uma quantidade imensa de informações, entre elas telegramas diplomáticos, no ano de 2010.

Também foram publicados relatórios de campo elaborados pelo Exército dos Estados Unidos, detalhando casos de tortura e assassinato de civis por tropas americanas. Ao todo, entre julho e outubro daquele ano, mais de 466 mil documentos foram disponibilizados.

4. O caso Snowden

(Fonte: O Globo)(Fonte: O Globo)

Em 2013, o ex-técnico da CIA Edward Snowden foi acusado de espionagem por vazar informações sigilosas de segurança dos Estados Unidos, revelando em detalhes programas de vigilância que o país utilizava para espionar a população, por meio dos servidores de empresas como Google, Apple e Facebook.

Os dados divulgados também mostravam que o país havia espionado países da Europa e da América Latina, inclusive o Brasil, com monitoramento de conversas da ex-presidenta Dilma Rousseff.

5. Panamá Papers

No ano de 2016, o vazamento de 11,5 milhões de documentos ligados ao escritório de advocacia panamenho Mossack Fonseca ficou conhecido como Panamá Papers. O Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ) conduziu uma extensa série de reportagens sobre a indústria de empresas offshore, uma forma que pode ser utilizada para esconder dinheiro e dificultar o rastreamento de seus verdadeiros donos.

Os documentos foram analisados por mais de 370 jornalistas de 76 países, inclusive do Brasil, e descobriram o envolvimento de 140 políticos de 50 países, ligados a empresas offshore em 21 paraísos fiscais.

6. Pandora Papers

Maior colaboração jornalística da história, os Pandora Papers trouxeram à tona informações escondidas de políticos, empresários, artistas e atletas de elite. Foram 11,9 milhões de documentos confidenciais vazados de 14 escritórios de advocacia especializados na abertura de empresas offshore em países como Panamá, Ilhas Virgens Britânicas e Bahamas, regiões consideradas paraísos fiscais.

O vazamento contemplava 5 décadas de registros de offshores, muitas delas ocultadas propositadamente para evitar que o dinheiro e o eventual lucro obtido com ele não fossem declarados às autoridades fiscais, tornando esse um fluxo de dinheiro ilícito.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.